Tropa de Elite 2 e a boa fase do cinema brasileiro

10 10 2010

A nossa produção nacional de filmes vem consolidando e amadurecendo sua base, cativando cada vez mais público, não só em quantidade, mas também em qualidade.

Prova disso são os resultados dos três primeiros dias de estreia da continuação de Tropa de Elite, de José Padilha, com o subtítulo O Inimigo Agora é Outro: possui o melhor fim de semana de estreia de produção brasileira desde o período da Retomada (início da década de 90); possui o maior público de ingressos vendidos na estreia em 2010 e ainda possui uma ótima ocupação média de sala de cinema num fim de semana de estreia.

Para esses dados temos: com a quinta posição no ranking de melhor estreia no ranking histórico brasileiro, superou em muito a melhor abertura de produções brasileiras de Chico Xavier (585) mil ingressos: forma vendidos 1,25 milhão de ingressos para Tropa de Elite 2 nos últimos três dias; esse ano passou dos 1,185 milhão de espectadores e também da 1.367 pessoas de ocupação média de Saga Crepúsculo: Eclipse, alcançando 1.800 pessoas de média por sala. Tais dados ainda podem impressionar mais, pois desconsideram ainda o resultado de domingo (dia 10) a noite e de alguns cinemas que consolidam suas vendas só na segunda-feira.

imageOutra evidência dessa boa fase do cinema do Brasil é que pela primeira vez, desde de 1990, que as produções nacionais ocupam mais da metade das salas exibidoras no país. Impulsionada pelas 683 salas ocupadas por Tropa de Elite 2, ainda há exibição de Nosso Lar, 5x Favela, Eu e meu Guarda Chuva, entre outros.

O cenário favorável à produção brasileira também ocorre na lista pessoal de filmes assistidos. Desde 2001, o máximo que assisti de filmes nacionais por ano foi de dois longas em 2004 (Cazuza – O Tempo não Para e Olga); nos anos de 2002 (Deus é Brasileiro), 2006 (Se Eu Fosse Você), 2007 (Primo Basílio) e 2009 (A Deriva) foi apenas um longa nacional. Em 2003, 2005 e 2008 o cinema brasileiro passou em branco para mim.

Mas já em 2010, o Brasil também bate recorde na minha lista. Só esse ano foram seis produções nacionais: Chico Xavier, As Melhores Coisas do Mundo, Uma Noite em 67, Nosso Lar, Antes que o Mundo Acabe e Tropa de Elite 2: O Inimigo Agora é Outro. Uma porcentagem de 40% em relação aos 15 filmes assistidos até aqui.

COM INFORMAÇÕES DO UOL CINEMA
Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




PALPITEIRO BRASILEIRO

Campeonato dos Palpiteiros - Temporada 2017

Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Abraccine - Associação Brasileira de Críticos de Cinema

Site com atividades e informações sobre a associação que reúne profissionais da crítica cinematográfica de todo o Brasil

Sinfonia Paulistana

um novo olhar

%d blogueiros gostam disto: