ANÁLISE: Saturno em Oposição

25 04 2012

Saturno em Oposição começa estabelecendo o grande vínculo que o casal gay, Davide e Lorenzo, tem com o seu círculo de amigos que se reúnem frequentemente na casa dos dois. Essa relação sólida de amizade reúne casais heterossexuais e solteiros com suas respectivas personalidades e com as mais diversas profissões em meio a capital italiana.

Mas alguns amigos ganham mais destaque que os outros embora todos tenham a sua importância e sua função na narrativa. Antonio e Angélica, por exemplo, ganham o seu próprio arco narrativo por viverem um momento turbulento no casamento devido a um caso extraconjugal dele e que, posteriormente, desestabiliza toda a dinâmica dos encontros, uma vez que Lorenzo (o único entre os amigos que sabia até então da traição) sofre um mal súbito e é internado.

Temos então esse casal homossexual com uma sólida relação, tanto que Davide (o ator italiano Pierfrancesco Favino, com participações em Anjos e Demônios e Uma Noite no Museu) raramente deixa o hospital só para ficar o máximo de tempo possível ao lado do amado, já que o estado de Lorenzo é grave. Paralelamente, Angélica e Antonio vivenciam uma separação lógica, aceitável e compreensiva. E em ambos os casos, os amigos (em especial a amalucada Neval) tentam de todas as formas contornar as dificuldades e tranquilizar os ânimos dos envolvidos.

Mesmo abordando um assunto tão delicado, o roteiro de Saturno em Oposição ainda reserva momentos hilários ao longo de sua história, sem forçar muito para que determinadas situações aconteçam: desde as conclusões precipitadas da rebelde filha adolescente de Angélica e Antonio ou o típico pacto obscuro envolvendo comida dessa com o irmão caçula até uma conversa surreal que consegue comparar drogas e costura numa discussão.

O aparecimento do pai do Lorenzo também levanta outros importantes questionamentos a respeito de um relacionamento homossexual na sociedade moderna. O não reconhecimento da união homo afetiva perante a lei resulta em algumas dificuldades. Por exemplo, por não viver a muito tempo junto com o pai e responsável legal por ele no papel, os desejos de Lorenzo poderiam não vir a ser atendidos, só porque seus amigos (que tem plenos conhecimentos a respeito das virtudes do rapaz) não respondem juridicamente por ele.

Embora tenha seus problemas pontuais ao tentar estabelecer seus personagens nos momentos iniciais do longa, Saturno em Oposição é uma agradável mistura de uma discussão séria e necessária com outros momentos de bom humor, pinceladas com diversas questões contemporâneas do século XXI, contando com a colaboração precisa de seu elenco. E o filme, através de sua linda última sequência, consegue levantar a bandeira do otimismo e a certeza de que o tempo, ao seu modo, resolve eficientemente as nossas questões.

NOTA: 3/5

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




PALPITEIRO BRASILEIRO

Campeonato dos Palpiteiros - Temporada 2017

Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Abraccine - Associação Brasileira de Críticos de Cinema

Site com atividades e informações sobre a associação que reúne profissionais da crítica cinematográfica de todo o Brasil

Sinfonia Paulistana

um novo olhar

%d blogueiros gostam disto: