Combinação livro x música – um exercício (parte 2)

2 11 2012

Cumprindo o prometido, volto a comentar com vocês o excelente exercício que encontrei de associar uma canção à um livro.

Na primeira vez (clique aqui se você ainda não leu a primeira parte), falei como ‘Sunshine on my shoulders’ encaixou-se perfeitamente em minha leitura de A Cidade do Sol. Dessa vez, a tarefa foi encontrar uma música que combinasse com a narrativa de A Menina que Roubava Livros, o que não foi uma decisão fácil.

O interessante nessa atividade é fazer a combinação livro x música as cegas, uma vez que não se tem nenhum contato anterior a obra literária. Assim, a escolha baseia-se na grande parte das vezes na própria sinopse do livro e com a música (título e/ou letra) tenha algo que remeta ao nome e/ou temática do livro.

Na trama de Markus Zusak não tinha muito detalhe que pudesse me ajudar. Fugindo de possíveis spoilers que resumos espalhados pela internet, só havia essa forte afirmação na contra-capa para me direcionar: “Quando a Morte conta uma história, você deve parar para ler”.

Foi assim que passei a buscar algo relacionado ao tom sombrio que o livro eventualmente assumiria e não fosse óbvio com death logo de cara. A minha escolha (da qual tive imenso orgulho conforme a leitura transcorria) foi ‘Shadow of the day’ do Linkin Park, mas na batida tranquila e acústica dos meninos de Boyce Avenue. E se tornou muito bem apropriada para as idas e vindas de Liesel Meminger. Principalmente na parte “In cards and flowers on your window /// your friends all plead for you to stay” relembra a movimentada Rua Himmel e as interações de Liesel com seus colegas, incluindo aí a sua paixão juvenil Rudy Steiner.

Mesmo com as passagens bem-humoradas, já sabemos de antemão que a história irá adotar e abordar passagens trágicas. Não se pode esperar algo diferente de um relato contado pela própria Morte “em pessoa”.

Reforço, mais uma vez, de como é gratificante o processo de busca e de relacionar uma música à uma leitura. Um estudo que inevitavelmente trará ao seu conhecimento novos cantores e tornará o ato de leitura ainda mais prazeroso!

P.S.: E já há um livro e uma música para um terceiro post!

Anúncios




RETROSPECTIVA 2011 – parte 2

21 12 2011

RETROSPECTIVA 2011

JULHO

Era julho de 2011 quando a guerra chegou a Hogwarts.

O Universo E! não teve descanso no mês das férias!

Logo no início do mês, noticiamos o prêmio ganho pelo documentário Senna no Festival de Cinema de Los Angeles. Depois foi a vez de Evangeline Lilly se juntar ao elenco de O Hobbit, que resgatará quase em sua totalidade todo o elenco presente na trilogia original.

A 00:01 de 15 de julho de 2011 (após 7 horas de fila) chegou ao fim uma das maiores sagas já produzidas pelo cinema: neste exato momento teve a exibição de Harry Potter e as Relíquias da Morte – parte 2. O gran finale ganhou sua análise no mesmo dia de exibição e uma descrição um pouco mais detalhada sobre a grande farra que foi a ocasião ao lado de centenas de fãs que lotavam o saguão do Kinoplex do Parque Dom Pedro Shopping em Campinas.

A Rede pelo Twitter ganhou sua segunda edição abordando as férias, o Vale a Pena Ver de Novo e a novela O Clone:

Sobre as nossas cabeças o sol 

Sobre as nossas cabeças a luz

 Sobre as nossas mãos a criação

 Sobretudo o que mais for o coração”…

E enquanto fazíamos a nossa observação sobre a nova tendência cinematográfica de partir em dois filmes a adaptação de um livro ou assistíamos ao longa Não me Abandone Jamais, morria na Inglaterra a cantora Amy Winehouse.

AGOSTO

No mês do folclore revelei uma das maiores bizarrices que cometo: associar uma música para que ela seja tema de um livro que estou lendo. Na época, a leitura era A Cidade do Sol. E a maluquice repetiu novamente, dessa vez com A Menina que Roubava Livros, que compartilharei novamente assim que terminar a leitura.

Em agosto a Hora do Horror – Hopi Hari chegava em sua 10ª edição, e a primeira vez que o evento foi noticiado aqui no Universo E! No mesmo mês, como fã incontestável de J. J. Abrams e Steve Spielberg, tive certo receio de comentar sobre o fruto da parceria cinematográfica dos dois: Super 8.

SETEMBRO

Universo E! mais de 100 acessos por hora durante o Rock in Rio

Em setembro não teve para ninguém: Rock in Rio; Rock in Rio e Rock in Rio, bebê!!!

Mas antes do mega evento de música que ocorreu no Rio de Janeiro, vamos nos focar nas outras novidades que o mês de setembro teve: começamos a disponibilizar com mais frequência matérias especiais traduzidas das edições internacionais do grupo Metro – por exemplo, nesse mês falamos de Zoe Saldana no filme Em Busca de Vingança e de Taylor Lautner no thriller Sem Saída; tornamos viciados no Angry Birds para o Google Chrome; Nissan colhia os bons frutos dos pôneis malditos; era lançado nos cinemas Planeta dos Macacos – A Origem e a Disney anunciava a instalação do parque temático de Avatar em sua propriedade na Flórida.

Setembro. Um mês de grandes glórias para o Universo E! Durante a realização do Rock in Rio 2011, tivemos um recorde histórico de acessos ao nosso blog. Recorde que vai demorar muito para ser batido novamente! A terceira edição de A Rede pelo Twitter foi responsável por esse feito ao abordar a celebridade instantânea de Júlio de Sorocaba no show de Katy Perry. Confira abaixo os dados desse dia histórico:

 

A Rede pelo Twitter #3: Júlio de Sorocaba (Rock in Rio 2011): 3.197 visualizações

Home page: 55 visualizações

Tablóide revela que Jim Parsons é homossexual: 3 visualizações

ANÁLISE: Gilbert Grape – Aprendiz de um Sonhador: 2 visualizações

ANÁLISE: A Onda: 2 visualizações

QUEM FAZ O UNIVERSO E!: 1 visualização

SBT mudou de canal em Campinas: 1 visualização

10º Hora de Horror – Hopi Hari: 1 visualização

ANÁLISE: A Origem: 1 visualização

TOTAL DE VISITAS EM 24 DE SETEMBRO DE 2011: 3.263.

 

Só esse dia teve mais visitas do que todo o nosso ano de 2009 e mais visitas do que o acumulado de janeiro a maio de 2010. Toda essa movimentação colocou o Universo E! como um dos destaques na página de acesso aos blogs do WordPress.

Embarcamos de vez no evento, acompanhando os shows madrugada afora e realizando nossa cobertura pelo Twitter. Após o 1º fim de semana (o melhor na minha opinião), colocamos disponibilizamos um post com quatro vídeos no YouTube com shows completos dos três primeiros dias.

OUTUBRO

Demos uma diminuída no ritmo de atualizações em outubro.

Passamos por uma vergonha alheia quando a banda Marron 5 (e não Maroon 5) dominou o Trend Topics do Twitter.

No dia 05 veio a falecer um dos fundadores da Apple, Steve Jobs aos 56 anos de idade.

Compartilhamos aqui a saída de Rupert Grint dos muros de Hogwarts, indo para o divertidíssimo clipe da música Lego house de Ed Sheeran.

NOVEMBRO

Harry Potter continuou dominando os assuntos publicados por aqui no penúltimo mês de 2011. Primeiro pelo lançamento do último filme em DVD e Blu-ray e depois pelo lançamento de vídeo da Warner Bros que busca colocar Harry Potter 7.2 nas principais categorias no Oscar de 2012.

As notícias baseadas na publicação mundial Metro renderam três posts: sobre Robert Pattinson nas vésperas do lançamento de Amanhacer – parte 1; uma matéria especial sobre o trabalho de Elijah Wood e o anúncio da aposentadoria de Brad Pitt quando este vier a completar 50 anos.

A Rede pelo Twitter homenageou o grande apresentador da televisão brasileira, Silvio Santos, na sua quinta edição; Cinesystem anunciou que a inauguração de um novo complexo da rede em março do ano que vem trará uma nova tecnologia em projeção em salas de cinema no Brasil e Dexter Morgan teve seu show renovado por mais duas temporadas completando assim 8 anos de produção.

DEZEMBRO

Para o mês de dezembro essa Retrospectiva já se antecipa, afinal, faltam 10 dias para o fim do mês quando essa segunda parte do especial for publicada.

Até aqui já falamos da aquisição dos direitos da série The Walking Dead pela Band e a notícia mais especial de todas. A mais aguardada, a notícia que deixará qualquer fã de Tolkien em seu nível máximo de ansiedade: o lançamento oficial do 1º trailer de O Hobbit: Uma Jornada Inesperada.

E daqui a aproximadamente 3 horas de quando esse especial é editado, teremos a  pré-estreia de Missão: Impossível 4 – Protocolo Fantasma.

 

Bem pessoal, esperamos que tenham gostado dessa nossa Retrospectiva que resumiu tudo o que foi acompanhado pelo Universo E! nesse ano de 2011. Agora esperamos novamente por sua companhia porque em 2012 tem muito mais!

 





Combinação livro x música – um exercício

2 08 2011

Dizem que cada leitor torna-se diretor do livro que lê, construindo mentalmente sua própria versão do que está lendo. Daí a dificuldade de se adaptar para o cinema um livro que agrade todos os leitores que vão para as salas de cinema com uma idéia pré-montada do filme.

Por outro lado, cá entre nós, é muito mais fácil de ler quando já conhecemos os atores e seus personagens. Mais fácil imaginá-los ‘atuando’ na trama e a aceitação da versão cinematográfica torna-se mais natural. O que não ocorre quando a versão de cinema vem muito tempo depois que você já leu uma obra, acrescentando o corte inevitável de algumas partes do livro para sua versão audiovisual.

Pois bem. Eu, confesso, viajo demais nessa construção mental de livros. Ao contrário de muita gente, por exemplo, prefiro degustar o livro com uma leitura pausada que abranja vários dias do que apenas devorá-lo em um único fim de semana ou uma única tarde fria. Isso facilita meu mergulho na narrativa e eleva meu entusiasmo com o capítulo seguinte já que vou ter um tempo de reflexão, imaginando as hipóteses do desenrolar da história até retomá-la. Algo bem no estilo de novela ou seriado.

Mas em um livro que li recentemente viajei ainda mais nessa questão. Antes de começar a ler A Cidade do Sol de Khaled Hosseini (A Thousand Splendid Suns no título original) comecei a pesquisar na internet músicas que pudesse relacionar a história. Algo que até então nunca tinha feito!

Como? Procurando pelo tema central. Mas qual se você ainda não leu, perguntam vocês. Simples: o sol. Joguei no Google e fui ouvindo e lendo a letra de cada música. Confesso que não foi uma busca demorada, nada além de umas vinte músicas, e rapidamente encontrei a música que julgava ser ideal – mesmo não sabendo nada sobre a história e nem mesmo a sinopse. Tomei a decisão definitiva ao ouvir Sunshine on my shoulders, de John Denver, canção e cantor desconhecidos para mim.

Ao longo da leitura, para minha surpresa, a música foi se encaixando perfeitamente na narrativa. E nessa minha versão exclusiva do livro, ela foi se tornando a música tema de Marian. Tanto que – vem aí sérios spoilers, ok? – quando Marian é executada ou Laila lê a carta deixada por Marian no livro, chorei copiosamente com a música ao fundo.

Bem, escrevi tudo isso para deixar duas dicas aos meus leitores: 1º, se ainda não leram A Cidade do Sol, recomendo muito que a leitura seja embalada por Sunshine on my shoulders; e 2°, que vocês tentem realizar esse exercício, de associar um livro à uma música, antes de começar a lê-lo.

Assim, já que criamos nossa própria versão dos livros, podemos deixá-la ainda mais pessoal. Mesmo que no futuro isso não dê certo (já tentei outras vezes depois), o exercício pode tornar-se gratificante e você acabar encontrando coisas novas.

LINK PARA MÚSICA NO YOUTUBE: http://www.youtube.com/watch?v=gQ9kJa_6cBg





Outubro vazio

2 11 2010

As novidades andam escassas por aqui. É, eu sei.

Outubro foi um mês muito fraco de estreias nos cinemas.

Se essa escassez por um lado é ruim para o espectador – mês passado só uma vez no cinema por exemplo, – por outro é muito bom para o cinema nacional. Tropa de Elite 2 reina absoluto nas bilheterias, desbancando estreias semana após semana, e ainda tem fôlego para muito mais, visto a quantidade de salas que ainda o exibem depois de trinta dias dominando as telonas.

Se a temporada de filmes está fraca procuramos distração no lazer dentro de casa: em DVD mês passado já vi Juno, O Dia Depois de Amanhã e Zodíaco. E no campo da literatura venho curtindo e me emocionando muito com a estória de A Cidade do Sol. Khaled Hosseini constrói uma trama muito envolvente ambientada no desértico Afeganistão, sob a difícil realidade de duas mulheres, Mariam e Laila, cujos destinos tratam de aproxima-las.

Mesmo ainda na metade, A Cidade do Sol, desperta em mim a ansiedade não só de conferir os próximos capítulos, mas também de mergulhar em outra obra do autor e mais conhecida também: O Caçador de Pipas. Embora tenha visto a história no cinema, o longa aumenta ainda mais as minhas expectativas quanto a obra.








PALPITEIRO BRASILEIRO

Campeonato dos Palpiteiros - Temporada 2019

Blog do Renato Nalini

Ex-Secretário de Estado da Educação e Ex-Presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo. Atual Presidente e Imortal da Academia Paulista de Letras. Membro da Academia Brasileira de Educação. É o Reitor da UniRegistral. Palestrante e conferencista. Professor Universitário. Autor de dezenas de Livros: “Ética da Magistratura”, “A Rebelião da Toga”, “Ética Ambiental”, entre outros títulos.

Abraccine - Associação Brasileira de Críticos de Cinema

Site com atividades e informações sobre a associação que reúne profissionais da crítica cinematográfica de todo o Brasil

Sinfonia Paulistana

um novo olhar

%d blogueiros gostam disto: