Breves & Curtas #13

24 08 2014
Quando a simplicidade é o bastante para transmitir algo essencial: respeito!

Quando a simplicidade é o bastante para transmitir algo essencial: respeito!

WHITE FROG – Nick Young (Booboo Stewart, a saga Crepúsculo e X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido) sofre de síndrome de Asperger, que lhe causa uma timidez fora do comum, além de uma preferência exclusiva por camisetas azuis. Extremamente antissocial, mas inteligente. Não é a toa que seu irmão Chaz (Harry Shum Jr, Ela Dança Eu Danço e da série Glee) aproveita-se dessa habilidade para que Nick faça o seu dever de casa.

Não veja isso como uma maldade. Chaz é a única pessoa com quem Nick sinta-se normal, sempre ávido por compartilhar bons momentos com o irmão, a ponto de esperá-lo ansiosamente na janela. Um conforto que não encontra em seus pais omissos e conservadores e nem na psiquiatra contratada para melhorar o seu comportamento.

Numa das frequentes saídas para curtir a noite de sexta-feira, Chaz acaba perdendo a vida precocemente. Uma tragédia muito grande para Nick assimilar. Inconformado, ele passa a trilhar os mesmos caminhos que o irmão percorrera, aproximando-se de seu grupo de amigos e descobrindo histórias, detalhes e segredos da vida que desconhecia do seu irmão.

Uma história emocionante e comovente que incentiva e reforça a aceitação das diferenças entre as pessoas, afinal somos todos diferentes e a vida é uma eterna estrada de mão dupla. Também com as participações de Gregg Sulkin (Os Feiticeiros de Waverly Place), Tyler Posey (da série Teen Wolf e Efeito Colateral), Justin Martin (O Voo e O Solista) e Manish Dayal (O Aprendiz de Feiticeiro e do inédito A 100 Passos de um Sonho).

NOTA: 4/5

Nada mais do que: TUDO É INCRÍVEL!!! TUDO É INCRÍVEL!!!

Nada mais do que: TUDO É INCRÍVEL!!! TUDO É INCRÍVEL!!!

UMA AVENTURA LEGO – “Tudo é incrível! Tudo é incrível!” Realmente essa música gruda na cabeça e com ela o senhor Negócios controla todos os habitantes de Blocópolis, um dos diversos mundos temáticos feitos apenas de blocos Lego.

Aqui o monopólio é generalizado e todos seguem as mesmas regras, possuem os mesmos comportamentos, gostam das mesmas coisas. Mas isso não basta para o senhor Negócios que crê que seus comandados teimam em estragar todas as coisas boas que constrói. Agora ele planeja acabar com essa interferência de uma vez por todas.

Aí entra Emmet, um rapaz de mente prodigiosamente vazia (e extremamente manipulável), que se encaixa razoavelmente bem em uma profecia que elege aquele que irá combater os planos maléficos do senhor Negócios.

Na empreitada, Emmet contará com a ajuda de Megaestilo, namorada do – ninguém mais ninguém menos – Batman e ainda uma penca de personagens do mundo pop atual: Dumbledore e Gandalf, por exemplo, protagonizam a cena mais hilária da animação; mais há ainda espaço para Milhouse de Os Simpsons, Star Wars, As Tartarugas Ninjas, o presidente Lincoln, Saquille O’Neal,  Cleópatra e por aí vai.

Uma animação divertidíssima e despretensiosa até mesmo em sua resolução onde o ‘cara lá de cima’ torna-se, na realidade, o adulto pai de uma criança que mantem no porão de casa um mundo montado de brinquedo Lego. Ele era, portanto, literalmente o cara lá de cima. Assim como a coleção de blocos montáveis, Uma Aventura Lego aproveita-se muito bem de uma característica inerente à esses brinquedos: a de se moldar a qualquer história.

NOTA: 5/5

Ryan Gosling sabe escolher bem os seus trabalhos. Outro grande filme!

Ryan Gosling sabe escolher bem os seus trabalhos. Outro grande filme!

O LUGAR ONDE TUDO TERMINA – Um motociclista acrobata, cuja vida é itinerante tal qual o parque de diversões em que trabalha, resolve se fixar numa pequena cidade do estado de Nova York após descobrir ter um filho com quem teve um caso rápido e agora vive junto com outro homem.

Sem emprego, sem um local para ficar e sem condições de assumir a nova família, ele decide então, com a ajuda do único amigo na nova localidade, entrar para o mundo do crime. Com o dinheiro de assalto a bancos que ele quer convencer (a si próprio e a mãe de seu filho) que os dois juntos podem si dar certo. Só que tudo não sai como o planejado…

Entra na história o policial vivido por Bradley Cooper (Trapaça e O Lado Bom da Vida), que se torna um herói no vilarejo ao matar o Bandido da Moto, como o personagem de Ryan Gosling (Drive e Tudo pelo Poder) passa a ser conhecido. A vida do agora herói também vai do paraíso ao inferno ao cair nas engrenagens da parte corrupta da polícia.

Até que quinze se passam e o destino se encarrega de aproximar os filhos do assaltante e do policial: o primeiro levando até então uma vida, na medida do possível, tranquila e o segundo tornando-se um filho problemático e rebelde, cujo pai se encontra no meio de uma disputa política. Uma inversão dos papéis em relação aos seus respectivos pais quinze anos atrás.

Mas a vida acaba, injustamente, castigando aquele que perdeu o pai precocemente, aquele que sofreu as piores consequências do rápido e repentino envolvimento com o ‘colega’ problemático, enquanto este sempre terá a proteção do cargo público que o pai conquista!

NOTA: 5/5

Anúncios




1000 Episódios

5 10 2013

NOTA: O número entre parênteses após o título da produção refere-se ao número total de episódios para séries finalizadas/canceladas e o número de episódios exibidos até a data desta postagem para aquelas que ainda estão em exibição.

Ao som da trilha sonora de Jericho (e sua deliciosa vocação country), as 9 horas da manhã deste sábado, dia 05 de outubro de 2013, chego a uma marca importante para todo serie maníaco: alcançar a marcar de 1.000 episódios assistidos.

E muita coisa boa já passou por esse primeiro milhar: Lost, suas 7 temporadas com seus 122 episódios são um bom exemplo. Outras séries, no entanto, não tiveram a mesma sorte dessa e foram canceladas no meio do caminho sem um final: Alcatraz (13 episódios), Pushing Daisies (26) e The 4400 (44 episódios, embora esteja ainda na 2ª temporada da série). Rubicon (12) não conseguiu se estabelecer na minha playlist após o episódio piloto também não conseguiu emplacar e foi sumariamente cancelada logo na temporada de estreia. O mesmo destino que The Event (22) teve.

Lost, junto com Smallville, foram as séries de porta de entrada para o meu vício!

As séries britânicas também tiveram sua pequena (literalmente) participação nessa marca. Reconhecida por suas espaçosas e curtas temporadas: a excelente Survivors (12) e a empolgante releitura feita por Sherlock (6), ainda em exibição com suas microtemporadas de 3 episódios de uma hora e meia de duração e a única, entre todas as que assisto, que estou em dia! =P

Em relação aos reality-shows, dou preferência aos musicais, pois sempre me dão a chance de encontrar uma música perdida desse nosso mundão: tem American Idol (538), mesmo que tenha conferido apenas a sua 9ª temporada; The Voice Brasil (15), única produção brasileira que figura nessa lista e eu não seja um espectador assíduo e The Glee Project (21), que tinha o propósito de encontrar atores novatos para a tchran-ran-ran, Glee (90). O que me leva a confessar: sim, vergonhosamente, admito que a produção controversa de Ryan Murphy pertença a minha playlist. Fazer o quê? Bola pra frente…

Algumas produções vieram e desisti antes que terminassem, e não voltam tão cedo: Heroes (78) e Off the Map (13). Fracas é pouco para descrevê-las. Outras, não desisti, mas apenas dei uma pausa em suas ‘exibições’ por falta de tempo, mas pretendo retornar a assistir, seja num futuro próximo ou distante: Felicity (84), Cold Case (156), Smallville (217) e True Blood (70).

Em exibição e que valem a pena conferir por pura diversão, sem nenhum outro comprometimento ou elogios rasgados são: Hemlock Grove (13) da Netflix, Revolution (22) , The Big Bang Theory (139) e The Walking Dead (35). Claro que não podemos deixar passar em branco as séries clássicas, que todo fã de seriados TEM, DEVEM e NÃO PODEM deixar de assistir: que atualmente está com esse posto é The X-File (202).

Por último, reservei as minhas favoritas, as top’s das top’s, da qual sofro de amor incondicional e irrevogável: Fringe (100), Friday Night Lights (76) e Dexter (96). Todas as três já finalizadas, mas que ainda não acabei de assistir. Ainda tem a premiada Homeland (25) e as  cerejas do bolo: Treme (31) e The Big C (40).

Para comemorar, realizarei uma maratona pelas próximas dozes horas, vendo quinze episódios de 13 séries diferentes, que culminará no milésimo episódio que será o piloto de Under the Dome (13).

Mas claro que nada para por aqui. Ainda há na fila de espera muitas outras séries só aguardando a sua chance de entrar nessa lista: Californication, Band of Brothers, Hannibal, The Americans, Then & Us, Betrayal, Almost Human, Arrow, Teen Wolf, Bates Motel e a última sensação do momento Breaking Bad.

Que venham os próximos mil episódios!

Quer acompanhar essa doidera ao vivo? Acompanhe o Twitter deste que vos escreve: http://twitter.com/Konshal

 





Astro de Glee, Cory Monteith é encontrado morto

14 07 2013

Protagonista ao longo de quatro temporadas da série Glee, Cory Monteith (Premonição 3) morreu em um hotel na cidade de Vancouver no Canadá. O corpo do ator foi encontrado na noite desse sábado (dia 13) de acordo com a polícia local, que também informou não haver sinais de arrombamento no quarto.

coryglee

Cory Monteith com 31 anos interpretava o personagem Finn Hudson, um dos protagonistas na série teen Glee, e não participou dos últimos episódios da 4ª temporada em abril desse ano após ser internado voluntariamente numa clínica de reabilitação para tratamento de dependência química. Após quase um mês de internação, o ator viajou em férias com a namorada Lea Michele, também protagonista da série musical.

A atriz Lea Michele chora sobre o caixão do namorado

A atriz Lea Michele chora sobre o caixão do namorado

Mais esclarecimentos sobre a morte do ator será dada após a realização da autópsia agendada para ocorrer nesta segunda, dia 15.





RETROSPECTIVA 2011 – parte 1

18 12 2011

RETROSPECTIVA 2011

JANEIRO

A Rede Social: um dos destaques de 2011

O primeiro filme comentado em 2011 foi A Rede Social. O longa onde tomei conhecimento de Jesse Eisenberg, que pelo trabalho realizado nesse filme já está no grupo de atores/atrizes que merecem ter a carreira acompanhada de perto. Se ainda não assisti aos outros filmes dele, gostei bastante da dublagem de Blu na animação Rio. Quem também pintou na sessão de Análises do Universo E! foi Scott Pilgrim.

O ano de 2011 começou com um pequeno equívoco que já estou me precavendo para não cometê-lo novamente: a publicação da Retrospectiva 2010 em janeiro de 2011! Este ano (como você já está lendo agora), a Retrospectiva foi publicada no seu mês tradicional que é dezembro.

Felizmente, uma das minhas previsões (ainda) não se concretizou. Nas vésperas do lançamento para home vídeo de Tropa de Elite 2, o único formato disponível para compra era o blu-ray. Que bom que esse caso foi a exceção, pois não tivemos outros casos que o DVD tenha sido deixado de lado, priorizando apenas o lançamento do raio azul. Embora muita gente se vanglorie por aí com a qualidade superior de som e imagem (e realmente são superiores), não pretendo investir tão cedo nessa nova tecnologia. Não vejo problema nenhum em continuar consumindo boxes de séries e filmes em DVD.

Em janeiro o Universo E! só comeu bola. Depois de prever errado o blu-ray versus DVD, noticiamos um especial de Justin Bieber na febre televisiva da época, Glee. E fui prontamente desmentido pelo criador da atração, Ryan Murphy. Se bem que desde maio de 2010, já tínhamos um post falando sobre a distância que Glee queria manter (e mantem) de Bieber. Bem ou mal, a informação errada já tinha sido postada.

Neste mês os nerds fãs dos nerds de The Big Bang Theory só tiveram razões para comemorar: a sua série favorita foi renovada de uma só vez até a 7ª temporada, enquanto na época ainda era exibida os episódios finais da 4ª temporada. Uma decisão mais do que acertada, pois o decorrer do ano e a fatídica queda de Charlie Sheen de Two and Half Men colocariam TBBT como a principal atração do horário nobre da CBS, emissora responsável pela exibição dessas atrações nos EUA.

Evento tradicional do primeiro mês de cada ano é a entrega do Globo de Ouro que em 2011 premiou A Rede Social como melhor filme dramático, que também levou o de melhor direção por David Fincher o e melhor filme de comédia foi Minhas Mães e Meu Pai.

Na preparação para o Oscar 2011, foram soltas em janeiro, as chamadas para a transmissão envolvendo Anne Hathaway e James Franco. Pena que a diversão presente nesses ‘comerciais’ não tenham sido levadas para o show em Kodak Theatre.

 

FEVEREIRO

A emissora mais feliz do Brasil garantiu a felicidade desse blogueiro em fevereiro

Já chegou batendo recordes no Universo E! Logo no primeiro dia do mês passamos dos mais de 100 acessos em único dia com a informação da troca de canal do SBT na cidade de Campinas. A TVB Campinas passou a ser a afiliada da Rede Record na cidade, enquanto o canal do Silvio Santos passara a ser transmitido pelo canal 29 sem os programas locais.

Precedendo a grande festa do cinema mundial (não me canso de repetir essa frase SEMPRE!), os cinemas ou as distribuidoras mais precisamente, despejaram uma overdose de bons filmes nas telonas: Cisne Negro, Lixo Extraordinário, Minhas Mães e Meu Pai, O Vencedor, O Turista, O Discurso do Reiopção de filme era o que não faltava!

O Discurso do Rei seria, em 27 de fevereiro, o coroado com o Oscar de melhor filme. A transmissão foi acompanhada ao vivo pelo Universo E! que apresentava seus comentários não mais pelo post do blog, mas sim pelo seu perfil na rede social Twitter – modelo que passou a vigorar para qualquer cobertura nossa desde então.

Foi lançado aqui, simultaneamente com o blog Diário de Bordo do crítico Pablo Villaça do site Cinema em Cena, a campanha Por Mais Educação nos Cinemas. Digo simultaneamente, porque antes mesmo da publicação do manifesto pelo Pablo, já vinha escrevendo um esboço de um texto sobre o mesmo tema já há algum tempo devido aos contratempos que vinha tendo nas sessões em que estava presente.

MARÇO

A animação Rio caiu nas graças da audiência mundial

 

Foi o mês que Charlie Sheen foi demitido de Two and Half Men.

Foi o mês em que a fachada do Copacabana Palace serviu de tela para a projeção de Rio. A animação com a tutela de Carlos Saldanha (trilogia Era do Gelo) encantaria o mundo todo.

O Universo E! teve a primeira oportunidade de participar de uma cabine de imprensa ao ganhar um ingresso para conferir em primeira mão o show U2 3D pela Mobz Live.

A campanha Por Mais Educação nos Cinemas ganhou o seu segundo post. Nele, relatei as principais dificuldades que passei (e continuo passando) dentro das salas de cinema.

E The Walking Dead ainda pode ter uma participação (que ainda não ocorreu) de Stephen King. De acordo com a nota na época, King pode vir a escrever um episódio para a série do canal AMC. Atualmente no hiatus da 2ª temporada, a participação do escritor ainda pode ocorrer no terceiro ano do drama.

ABRIL

O mês de abril de 2011 foi negro! Não pelo fato do blog completar 2 anos e os números até a data de aniversário você pode conferir aqui, no post original.

Mas abril foi negro devido a interrupção de acesso a internet desse que vos fala. Nunca na minha vida, desde que virei internauta, passei tanto tempo sem ter uma conexão decente a internet em casa. Apartir de abril, as atualizações do Universo E! ficaram pendentes de uma boa lan-house, o que é difícil de achar.

Resultado: o post sobre os dois anos do Universo E! foi a única atualização de abril. Abril negro!!!

MAIO

Piratas do Caribe liderou as férias de meio de ano nos cinemas em 2011

Devido ao grande tempo em fiquei off-line, uma das maneiras que encontrei para não deixar o blog parado foi criar a sessão A Rede pelo Twitter. Uma forma fácil e rápida de construir um post off-line, utilizando basicamente a porca conexão de internet do celular. O tema de estreia teve como base o lançamento mundial de Piratas do Caribe 4: Navegando em Águas Misteriosas, abordando o famoso capitão de Johnny Depp, a antipatia dos fãs pela Penelope Cruz, etc e tal.

Nas telonas, conferimos Os Agentes do Destino. Ficamos sabendo que Rei Leão, quem diria, ganharia as salas de cinema novamente coma conversão da animação para a projeção 3D. E mudamos um pouquinho a nossa programação ao fazer uma observação sobre o momento que o mercado fonográfico vinha passando naquela época.

JUNHO

Três assuntos dominaram o mês de junho no Universo E!.

1)     Amanhecer – Parte 1 ganhou o seu primeiro trailer. Bom!

2)     Saiu a primeira imagem de O Hobbit dias depois dos dois filmes baseados na obra de J. R. R. Tolkien terem seus subtítulos e estreias definidos.

3)     Harry Potter. Encantando gerações desde 2001, o mais famoso bruxinho do cinema teria sua saga encerrada no mês seguinte e para celebrar essa ocasião, o Universo E! começou a preparar um especial revisitando todos os longas produzidos até então. O fenômeno do bruxinho ainda ganhou mais uma atualização devido ao rápido esgotamento dos ingressos para a pré-estreia de Relíquias da Morte – parte 2 em 15 de julho.

 

 





COBERTURA COMPLETA: Globo de Ouro 2011

16 01 2011
AS ATUALIZAÇÕES MAIS RECENTES SERÃO AS PRIMEIRAS. PORTANTO, A ORDEM DE LEITURA SERÁ DE BAIXO PARA CIMA

– Michael Douglas apresentando os indicados a melhor filme drama. E A RedEe Social ganha mais um Globo de Ouro.

– Chegou a vez de Sandra Bullock para apresentar os indicados para melhor ator drama. O vencedor é Colin Firth por O Discurso do Rei.

– Enquanto isso no Twitter… Globo de Ouro domina o trend topics mundial.

– Alice, Burlesque, Red passam batidos.  O Globo de Ouro dessa categoria para The Kids are All Right.

– A dupla dinâmica de Toy Story – Tom Hanks e TimAllen sobem ao palco para apresentarem os indicados a melhor filme comédia/musical.

– Vamos agora para as indicadas a melhor atriz defilme drama. E a ganhadora é: Natalie Portman por O Cisne Negro.

– Joseph Gordon-Levitt apresenta A Origem, que concorre a melhor filme drama. O favorito do Universo E!

– Mas o prêmio vai para Paul Giamatti por Minha Versão para o Amor.

– Halle Berry chega ao palco para apresentar os indicados a melhor ator de filme musical/comédia.  Com o Johnny Depp concorrendo por dois papéis ( O Turista e Alice).

– O Cisne Negro apresentado por Alicia Keys, concorrendo a melhor filme drama.

– Vamos para os indicados a melhor série musical/comédia: a grande vencedora é Glee, desbancando as favoritas Modern Family e The Big C.

– O caldo começa a engrossar.Os indicados para melhor direção: o grande vencedor é David Fincher por A Rede Social.

– Uma prévia de O Turista, concorrendo a melhor filme musical/comédia.

– Globo de Ouro homenageia Robert de Niro com trechos dos filmes que ele participou.

– A vez de Jeremy Irons apresentar as indicadas a melhoratriz de filme drama: vence The Fighter com Melissa Leo.

– Nada melhor para comemorar a renovação por três temporadas do que esse prêmio não?

– Os indicados a melhor ator de série musical/comédia.Apresentados por Kaley Cuoco, de The Big Bang Theory, que entrega o prêmio  para o seu colega Jim Parsons.

– O presidente dos EUA de The Event, Blair Underwood, anuncia a vencedora de melhor atriz de série musical/comédia. O prêmio sai para The Big C: Laura Linney, que não estava presente na cerimônia.

– Hellen Mirren nos apresenta um dos indicados amelhor filme drama: O Discurso do Rei.

– Robert Pattinson fica incumbido de apresentar os indicados a melhor filme estrangeiro.Dinamarca vence com In a Better World.

– Por mais que não gostem de Glee, tem que se admitir que os dois prêmios dessa noite foram merecidos.

– O Capitão América, Chris Evans, apresenta as indicadas a melhor atriz coadjuvante para séries, mini-série e filme para TV. E a honra vai para Jane Lynch de Glee. A série mantem a sua aura de sensação do momento, arrebatando prêmios ainda no seu segundo ano. E a febre Glee ainda não acabou.

– Steve Carrel e Tina Fey sobem ao palco e nos apresentam os indicados a melhor roteiro. E o Globo de Ouro vai para A Rede Social.

– Zach Efron apresenta mais um indicado para melhor filme musical/comédia:  The Kids All Right.

– Claire Danes sai vencedora por Temple Grandie.

– Depois deles, chegou a vez das indicadas para melhor atriz de filme para TV ou mini-série.

– Todos atentos para ouvir as palavras do mestre Al Pacino.

– Melhor ator de filme para TV ou mini-série. Nessas categorias somos peixes fora d’água. E o Globo de Ouro foi para Al Pacino em You don’t Know Jack.

– Nas palavras de Rick Gervais, vem aíum ícone de Hollywood: Sylvester Stalone para apresentar mais um indicado a melhor filme de drama: The Fighter.

– Robert Downey Jr, melhor ator do ano passado por Sherlock Holmes sobe ao palco para anunciar a melhor atriz de filme comédia/musical: Annete Benning por Minhas Mães e Meu Pai.

– “Vocês eram nascidos quando o primeiro Toy Story estreou?”. O produtor brinca com o cantor ao subir no palco.

– Justin Bieber sobe ao palco para apresentaros indicados a melhor animação. Meu Malvado Favorito, Como Treinar seu Dragão?, O Ilusionista, Enrolados e Toy Story 3. Vencedor:  a continuação do sucesso da Pixar – Toy Story 3.

– O Globo de Ouro de melhor trilha sonora agora. Globo de Ouro vai para A Rede Social. Injusto,  já que Hans Zimmer fez um trabalho excepcional em A Origem.

– Próximo anúncio, a de melhor canção original.E a vencedora é You haven’t seen the last of me de Burlesque.

– Rick Gervais diz que esse é o seu filme favorito.

– Andrew Garfield, que concorre por melhor atorcoadjuvante por A Rede Social, sobe ao palco para apresentar a produção da qual faz parte.

– E em seguida temos os indicados a melhor série drmática. Torcendo para The Walking Dead, mas o Globo de Ouro foi memsopara Boardwalk Empire. Mais um prêmio para a HBO.

– E na categoria de melhor ator de série dramática: Boardwalk Empire, Breaking Bad, Dexter, Mad Men e House estão no páreo. E Globo de Ouro foi para a badalada produção da HBO, Boardwalk Empire, para Steve Buscemi.

– A sumida Michele Pfeiffer vai ao palcopara nos apresentar a Alice no Paísdas Maravilhas.

– Melhor ator coadjuvante de série de TV, mini-Série ou filme para TV. E que surpresa: o prêmio vai para Glee, para Chris Colfer.- Bruce Willis no microfone agora e apresentaruma prévia de seu filme Red que concorre em melhorde comédia/musical.

– De volta dos comerciais, mais uma premiação. A de melhor filme para TV ou mini-série. A favorita The Paificé desbancada por Carlos.

– Começou! Com Rick Gervais fazendo referências a The Walking Dead, a última temporada de Lost.

– Scarlett Johansson sobe ao palco. Primeira premiação é de melhor ator coadjuvante. E o Globo de Ouro vai para o cabeludo Christian Bale por The Fighter (ainda não sei a tradução usada aqui no Brasil).

– A melhor atriz de série dramática: Katey Sagal por Sons of Anarchy.

– Os primeiros artistas já começam a desfilar pelo tapete vermelho de mais uma edição do Globo de Ouro.





Músicas de Justin Bieber em especial de Glee

8 01 2011
VEJA CORREÇÃO DAS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSE POST NO EDIT ABAIXO

A era de Justin Bieber tardou mais chegou. Foi definido para o próximo dia 15 de fevereiro a exibição de um episódio especial da série Glee dedicado ao fenômeno da música pop.

Desde 04 de maio do ano passado, nesse post, que o Universo E! mantinha a informação que o seriado não se renderia às músicas de Justin tão cedo. Até os professores Sue Sylvester e Will Schuester, interpretados por Jane Lynch e Matthew Morrison respectivamente,  eram totalmente contrários a uma homenagem dessas na ocasião.

Mas a pressão por um episódio só com as músicas do adolescente foi maior. Mesmo sem a presença do cantor mirim, o episódio repleto de músicas dele irá ao ar, juntando-se aos especiais de Madonna e Britney Spears já realizados pelo seriado musical.

COM INFORMAÇÕES DA FOLHA.COM

EDIT: Declarações do criador da série Glee, desmentiram os boatos que deu origem ao post acima. Ryan Murphy declarou que a atual 2ª temporada não terá mais nenhum especial e que as homenagens ficam restritas à apenas artistas de catálogo vasto como o de Madonna e Britney Spears.

A participação de Justin Bieber se dará apenas popr uma música e em uma caracterização de um personagem que usará o visual do jovem astro para reconquistar sua namorada.

Depois desse desencontro de informações, o post Glee não garante Justin Bieber na série continua válido.





RETROSPECTIVA 2010 – parte 1

4 01 2011
Fugindo do tradicional que é lançar essa tal retrospectiva ainda no ano que se pretende rever, aqui vamos nós…

Chegou o momento do Universo E! relembrar os fatos que marcaram o universo do entretenimento durante os 365 dias de 2010. As estréias que fizeram história nesse ano, as personalidades que alcançaram ou mantiveram o estrelato esse ano. As premiações, os falecimentos, as músicas, tudo o que moldou o ano de 2010.

Ao longo de toda narração, você será convidado a (re)visitar os posts que deram origem à passagem do texto.

 

SEJAM TODOS BEM-VINDOS A RETROSPECTIVA 2010 DO UNIVERSO E!

JANEIRO

O primeiro mês do ano começou com o fenômeno mundial de bilheteria do finalzinho de 2009. O longa de James Cameron, Avatar, nos apresentou ao mundo de Pandora e seus habitantes Na’vi.

Em 2010, depois de conferir a pré-estréia legendada, o filme dublado e em 3D, fui assistir pela QUINTA vez Avatar. Só que um pouco longe de casa e numa versão, digamos, gigante! Fui até São Paulo conferir a versão IMAX do longa no Espaço Unibanco de Cinemas no Shopping Bourbon no bairro da Pompéia.

O sucesso era tão estrondoso que no primeiro dia que fui, toda as sessões estavam esgotadas e me forçaram a adquirir um ingresso para um outro dia, ou seja, tive que retornar a São Paulo. O que não é difícil, pois Sampa é uma cidade magnífica.

Para não perder a viagem, no primeiro dia conferi o longa mediano Sempre ao Seu Lado, rodeado por um número considerável de japoneses.

MAIS AVATAR – Apenas três semanas em cartaz foram suficientes para Avatar alcançar a marca de 1 bilhão de dólares em bilheterias e entrar no seleto grupo de filmes de Hollywood que ultrapassaram essa barreira.

LANÇAMENTOS – Foi em janeiro que pudemos conferir, no cinema, os longas Sherlock Holmes e Onde Vivem os Monstros (e esse último exigiu uma certa paciência do espectador com o lançamento restrito a poucas cópias). Já em DVD, dia 27, chegou o documentário-show de Michael Jackson’s This is It!

SUSTO – Ao descobrir que Michael C. Hall, da série Dexter, enfrentava um câncer. Mas como Michael é forte como seu personagem, a doença não o impediu de presenciar e ganhar o seu merecido Globo de Ouro de melhor personagem de série dramática, na cerimônia realizada no dia 17 desse mês.

NASCIMENTO – Minha família ganha um novo membro com a chegada do meu sobrinho Gustavo!!!

FEVEREIRO

Fevereiro de 2010 foi um mês marcante para a televisão americana e para muitos aficionados em séries. No dia 02 desse mês teve início a saga da 6ª temporada de Lost, o último ano da produção de J. J. Abrams que arrastou uma legião de fãs pela internet afora, que compartilharam suas teorias e conspirações a respeito da ilha misteriosa. No mesmo dia 02 foram anunciados os indicados para o Oscar 2010, apresentado no dia 07 do mês seguinte.

Na televisão americana, a CBS anunciava a produção de uma série baseada em um perfil do Twitter: era o início das filmagens de S***t My Dad Says. Vencedora do Globo de Ouro de melhor série cômica/musical, Glee encantava o público com os episódios iniciais de sua primeira temporada que vinha com uma audiência ascendente.

Um dos favoritos ao Oscar desse ano, Guerra ao Terror chegava a selecionados cinemas brasileiros, mas ficava de fora da rede Cinemark. Motivo? Um mês antes, desacreditado pela distribuidora Imagem Filmes, o longa da diretora Kathryn Bigelow fora lançado diretamente em DVD no final de 2009. Uma decisão equivocada percebida apenas quando o drama foi conquistando a crítica e algumas premiações pré-Oscar. Na época, por exemplo, eu já havia comprado o DVD.

MARÇO

Preparando terreno para o lançamento de Toy Story 3, a Pixar relançava Toy Story 1 e 2 em 3D nos cinemas.

Em março foi realizado a 82ª edição da grande festa do cinema mundial. Na festa onde “Guerra ao Terror sai coroado do Oscar 2010”, a Argentina viu o Segredo dos seus Olhos vencer na categoria de filme estrangeiro; Kathryn Bigelow, foi a primeira diretora a faturar o prêmio de direção; Avatar conquistando apenas os prêmios técnicos de efeitos visuais; a supremacia da Pixar, produtora de Up – Altas Aventuras, na animação, a vitória merecida de Mo’Nique, melhor atriz coadjuvante, por Preciosa.

E não podemos deixar de destacar Sandra Bullock, que conseguiu a proeza de ser a melhor e a pior atriz num mesmo ano!

No Dia Internacional da Mulher, Hebe retornava ao seu programa de toda segunda pelo SBT, comemorando o seu aniversário de 81 anos e sua vitória após lutar contra um tumor no estômago.

No dia 16, o Parque Dom Pedro Shopping, em Campinas, presenteou os cinéfilos com a apresentação da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto, que trouxe as clássicas trilhas sonoras do cinema.

Já o CQC dava o que falar após ser censurado. Nesse mês o programa exibido as segundas pela Band, trazia um embróglio envolvendo a Prefeitura de Barueri e o misterioso sumiço de um televisor LCD de uma escola da cidade. O aparelho doado pela atração á Secretaria de Educação de Barueri foi parar na casa de um funcionário da prefeitura. Impedidos pela Justiça de exibir a matéria na estréia da 3ª temporada, o caso foi ar pelo CQC na semana seguinte, cuja edição alcançou a vice-liderança em alguns momentos com 10 pontos no Ibope.

ABRIL

O Universo E! completou o seu primeiro ano de existência, que passou despercebido por esse que vos bloga, por ter problemas na conexão. E daí para insônia, assistir o SBT de madrugada e fazer comparações entre as séries Oz e Dexter foi um pulo.

Foi reservado também para o mês de abril um dos casos mais vergonhosos envolvendo o cinema em 2010. O lançamento de uma versão medíocre de Avatar no dia 22 e viria a ficar ultrapassada em novembro com o lançamento de edição de colecionador do MESMO filme. Uma atitude vergonhosa da FOX.

O ano de 2010 foi o ano do cinema brasileiro. E isso já desdobrava-se em abril – primeiro veio o trailer do documentário Uma Noite em 67 e depois com análise do longa As Melhores Coisas do Mundo.

MAIO

Este mês ficará marcado na história da televisão norte-americana e no coração de vários fãs: em maio de 2010 foi ar o último episódio de Lost, que comoveu e instigou muitas pessoas ao longo de seus seis anos de existência.

O fenômeno atual da televisão versus o fenômeno atual da música pop. O elenco de Glee, através de suas homenagens aos artistas da indústria musical com suas versões, não garantia e nem pretendia em fazer o mesmo com o Justin Bieber. E isso realmente até agora não ocorreu.

Mais cinema brasileiro pela frente. Foi postado no Universo E! os trailers do já comentado Antes que o Mundo Acabe e do ainda inédito Capitães de Areia. Em maio fomos conferir também o longa baseado na vida do espírita Chico Xavier.

Foi levantada a questão sobre como as produtoras e distribuidoras de cinema estavam explorando o formado 3D em seus filmes. Atrás de alguns dólares a mais nas bilheterias, muitos filmes eram convertidos ‘às pressas’ para a terceira dimensão em vez de serem produzidos de fato na nova tecnologia. O post original que originou a discussão também indicava quais títulos eram falsamente vendidos em 3D.

JUNHO

No início de junho foi realizado a maior premiação da MTV voltada para o cinema mundial: o MTV Movie Awards, que sucesso em 2009 não pode ter a cobertura in loco do Universo E! no ano passado.





Fãs encaram super semana de séries

19 09 2010

Com uma breve observação sobre o calendário dos retornos e das estreias desse fall season – a principal temporada da televisão norte-americana – já desconfiava da importâcia dessa semana, que inicia-se nesse domingo (dia 19), para os maníacos de séries.

A desconfiança virou fato. o jornal Folha de São Paulo informa na edição desse domingo: “Semana tem estreia de 60 séries nos EUA”.

Dentre essas 60 produções listamos a seguir os principais destaques dos dias da semana:

SEGUNDA-FEIRA –  Além da refilmagem do sucesso televiso Hawaií Five-O, temos a estreia mais aguardada da temporada: The Event pelo canal NBC. A série já foi vendida para diversos países, antes mesmo da estreia. No Brasil será exibida pelo Universal Channel a partir de 18/08.

Nesse dia haverá diversos retornos de produções consagradas: How I Met your Mother, Chuck, Two and Half Men e House por exemplo.

 

TERÇA-FEIRA – O dia está reservado para a grande sensação do momento: os losers de Glee voltam para embalar sua 2ª temporada depois de muitos prêmios recebidos pela temporada de estreia. Campeã de audiência nos EUA volta também a série policial NCIS, trazendo contigo a estreia de sua spin-off (série derivada) NCIS: Los Angeles.

 

QUARTA-FEIRA – No meio da semana temos mais uma produção televisiva assianada por J. J. Abrams. Depois das encerradas Felicity e Lost, e da empolgante Fringe, Abrams estreia pela NBC: Undercovers, protagonizada por um casal de ex-agentes da CIA, que são reconvocados pela agência.

 

QUINTA-FEIRA – Quinta-feira! Considero esse o dia D da televisão dos gringos. Esse dia específico da semana será palco de uma verdadeira batalha pela audiência dos seriado-maníacos. Temos a estreia da aguardadíssima 3ª temporada de Fringe, com o duelo entre o mundo real e o universo alternativo e o retorno de Bones, a dobradinha das noites de quinta do canal Fox; com a série médica Grey’s Anatomy e sua legião de fãs pela ABC; as consagradas comédias da NBCThe Office e 30 Rock e a CBS trazendo os campeões de público CSI – Crime Scene Investigation e The Big Bang Theory com a estreia de S#*! My Dad Says, uma produção baseada em um perfil real do Twitter.

SEXTA-FEIRA – Mas não perca o fôlego! A sexta-feira termina a semana com Smallville e sua 10ª e última temporada e Supernatural pelo canal nanico CW.





62º Primetime Emmy Awards

29 08 2010

(AS POSTAGENS MAIS RECENTES SEGUIRÃO A ORDEM DE CIMA PARA BAIXO)

– Está aí, mais uma premiação com cobertua completa do Universo E! . Mais análises das vitórias durante essa semana. Nos vemos no próximo evento e, diariamente, em nossos posts por aqui!

MELHOR SÉRIE DE COMÉDIA30 Rock, Curb your Enthusiasm, Glee, Modern Family, Nursie Jackie e The Office eram os indicados. Modern Family foi a grande vencedora.

MELHOR SÉRIE DRAMÁTICA – Indicados: Breaking Bad, Dexter, The Good Wife, True Blood, Mad Men e Lost. Vencedor:  Mad Men.

– Vamos agora para o que mais importa para nós brasileiros – as melhres séries da temporada (comédia e drama).

MELHOR FILME PARA TVTemple Grandin. Cujo produtores recebem o prêmio muito emocionados.

MELHOR MINISSÉRIEThe Pacific.

IN MEMORIAN: Fess Parker, jimmy Dean, Roy Disney, Jean Simmons, Peter Graves, Patricia Neal, Gary Coleman, Lna Hornes, Dennis Hopper…

– Os dois prêmios de coadjuvantes nessa categoria foram para uma mesma produção: Temple Grandin.

MELHOR ATOR COADJUVANTE PARA MINISSÉRIE OU FILME PARA TV – David Stratharin.

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE PARA MINISSÉRIE OU FILME PARA TV – Julie Ormand. Primeira nomeação e primeira vitória!

– A premiação se dirige para os indicados nas categorias de minissérie e filmes para TV.

– O Emmy premia e reconhece George Clooney pelo trabalho humanitário realizado por Bob Hope. Ao ser apresentado, o ator é aplaudido de pé pelo público.

– Em breve o elenco de True Blood estará no palco do 62º Primetime Emmy Awards.

MELHOR SHOW DE VARIEDADES – Vence The Daily Show with Jon Stewart.

MELHOR DIREÇÃO PARA SHOWS DE VARIEDADES – Bucky Gunts vence pelo trabalho realizado na abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno em Vancouver.

– Rick Gervais, o arroz de festa, agora no Emmy.

– No próximo bloco, tributo aos profissionais da televisão que nos deixaram como o ator de Arnold.

MELHOR ROTEIRO PARA SHOW DE VARIEDADESAnnual Tony Awards. Concorriam também o Oscar, Bill Maher, The Kennedy Center Honors, Wanda Sykes.

– Shows de variedades. Programas, aberturas de eventos (Jogos Olímpicos e Copa do Mundo) entram nessa categoria.

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DRAMÁTICA – Kyra Sedgwick ganha o seu primeiro Emmy pelo seu trabalho em The Closer.

– Tina Fey e Matthew Morrison aguardam nos bastidores, enquanto a premiação está no intervalo.

– PARÓDIA: Um tributo musical à séries que nos deixaram: 24 horas, Law & Order, Lost.

MELHOR DIREÇÃO SÉRIE DRAMÁTICADexter

MELHOR ATRIZ CONVIDADA EM SÉRIE DRAMÁTICA

MELHOR ATOR CONVIDADO EM SÉRIE DRAMÁTICA – John Lithgow (Dexter)

– No próximo bloco teremos uma apresentação das músicas das séries que deixaram saudades em seus fãs.

MELHOR ATOR EM SÉRIE DRAMÁTICA: Apresentado por Edie Falco, Bryan Cranston de Breaking Bad desbanca Michael C. Hall (Dexter), Matthew Fox (Lost) e Hugh Laurie (House).

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE DRAMÁTICA: The Good Wife consegue o seu primeiro prêmio na noite com Archia Panjabi.

– Trailer de Wall Street – Money Never Sleeps com Michael Douglas e Shia LaBeouf, o carinha de Transformers e Paranoia.

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE DRAMÁTICA – Aaron Paul por Breaking Bad

MELHOR ROTEIRO DE SÉRIE DRAMÁTICAMad Men.

– Chegou a vez das séries dramáticas e o que elas nos apresentaram essa temporada: Grey’s Anatomy, a trilogia de CSI, Dexter, Law & Order e adjacência, Criminal Minds, Mad Men, House, Friday Night Lights, The Good Wife, True Blood, NCIS, 24 Horas, Damages, Breaking Bad. E não podia deixar de se encerrar essa retrospectiva com Lost.

The Event – a grande aposta da NBC para essa aposta também ganha seus trailers.

– Nos intervalos são constantes as propagandas de Amazon Kindle e IPad (sonho de consumo). Aparece bastante também as chamadas para a volta do programa da Oprah Winfrey.

MELHOR REALITY SHOW: a linda (e morena!) Keri Russel, a eterna Felicity, dá a vitória ao programa Top Chef.

– O melhor da temporada em reality shows agora!

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE COMÉDIA – Neil Patrick Harris anuncia a vencedora: Edie Falco por Nursie Jackie.

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE COMÉDIA – Finalmente o Emmy faz justiça. Jim Parsons abocanha a categoria por Sheldon de The Big Bang Theory.

– Eva Longoria sobe ao palco para apresentar MELHOR ATOR EM SÉRIE DE COMÉDIA

– Novas tecnologias para TV (como 3d) são apresentadas em esquetes envolvendo várias produções cômicas.

MELHOR DIREÇÃO EM SÉRIE DE COMÉDIA – Ryan Murphy (Glee)

MELHOR ATOR CONVIDADO EM COMÉDIA – Neil Patrick Harris (Glee)

MELHOR ATRIZ CONVIDADA EM COMÉDIA – breve

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM COMÉDIA – Jane Lynch, leva a merecida estatueta. A primeira vitória de Glee essa noite.

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM COMÉDIA: Eric Stonestreet, Modern Family

– Em seguida vemos um resumo da temporada 2009/2010 nas comédias.

– No número inicial particpação do Hurley de Lost e do jurado Randy Jackson do American Idol.

– Emmy embarca no sucesso de Glee: a abertura começa com um estilo musical característico da série.

– Casal de True Blood (na ficção e na vida real) também passam pelo tapete vermelho: os recém-casados Stephen Moyer e Anna Paquinn.

– No tapete vermelho de tem Lea Michele de Glee. Mas muitos outros artistas vão passar por ali! A propósito, a estrela da série musical está fazendo hoje, no dia da premiação (29/08) 24 aninhos de vida!

– Ajustando a casa, pois já já começa nossa cobertura da maior pemiação da TV norte-americana! Aproveite e junte-se a nós para torcer pela sua série favorita!





As melhores séries por brasileiros

28 08 2010

Nesta semana, a Sociedade dos Blogs de Séries elegeu as produções da televisão norte-americana que mais se destacaram na temporada 2009/2010 com o Jerry 2010.

E antes de revelarmos aqui os grandes vencedores, convidamos você a acompanhar conosco a cobertura completa do Primetime Emmy Awards 2010 nesse domingo a partir das 21 horas! A premiação fecha com chave de ouro a temporada e dá a largada oficial para as grandes estreias e retornos da temporada 2010/11 da TV nos EUA.

E vamos agora para o resultado final do Jerry 2010:

 

MICO DO ANO – FlashForward

APRESENTADOR DE REALITY/GAME SHOW –

  • Cat Deeley de So You Think You Can Dance
  • Phil Keoghan de The Amazing Race

APRESENTADOR DE PROGRAMA DE VARIEDADES – Conan O’Brien por The Tonight Show with Conan O’Brien

PROGRAMA BRASILEIRO – Som e Fúria

REALITY / GAME SHOW – The Amazing Race

PROGRAMA DE VARIEDADES – Saturday Night Lights

DESENHO DE PRODUÇÃO – Mad Men

FOTOGRAFIA – Breaking Bad

TRILHA SONORA – Glee

EDIÇÃO – Breaking Bad

DIREÇÃO – Jack Bender, de Lost

ROTEIRO – Vince Gilliang, de Breaking Bad

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL EM SÉRIE DRAMÁTICA – John Lithgow, de Dexter

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL EM SÉRIE DE COMÉDIA – Kristin Chenoweth, de Glee

ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE DRAMÁTICA – John Noble, de Fringe

ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE DE COMÉDIA – Eric Stonestreet, de Modern Family 

ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE DRAMÁTICA – Olivia Williams, de Dollhouse

ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE DE COMÉDIA – Jane Lynch, de Glee

ATOR EM SÉRIE DRAMÁTICA – Bryan Cranston, de Breaking Bad

ATOR EM SÉRIE DE COMÉDIA – Ty Burrell, de Modern Family

ATRIZ EM SÉRIE DRAMÁTICA – Anna Gunn, de Breaking Bad

ATRIZ EM SÉRIE DE COMÉDIA – Amy Poehler, de Parks and Recreation

INTÉRPRTE REVELAÇÃO – Eric Stonestreet, de Modern Family 

SÉRIE REVELAÇÃO – Glee

ELENCO EM SÉRIE DRAMÁTICA – Mad Men

ELENCO EM SÉRIE DE COMÉDIA – Modern Family

SÉRIE DRAMÁTICA – Breaking Bad

SÉRIE DE COMÉDIA – Community

 

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS: Tirando a parte de reality e show de variedades que não acompanho, a justiça foi feita em quase todas as categorias de atuação nas quais Breaking Bad ou Mad Men não venceu. Como não assisto a citada, fiquei contente com as vitórias merecidas de John Noble (Fringe), Kristin Chenoweth (Glee), Jane Lynch (Glee), John Lithgow (Dexter). O reconhecimento de Glee como a série pop do momento – levou o prêmio de série revelação e trilha sonora. E a menção vergonhosa de FlashForward como o ‘king kong’ do ano.

Mas não se acostumem: Emmy não costuma ser tão justiceiro. A premiação número 1 em desapontar as expectativas do público. Mas todavia estaremos aqui para o Primetime Emmy Awards 2010, que você confere aqui, nas páginas do Universo E!.








PALPITEIRO BRASILEIRO

Campeonato dos Palpiteiros - Temporada 2019

Blog do Renato Nalini

Ex-Secretário de Estado da Educação e Ex-Presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo. Ex-Presidente e Imortal da Academia Paulista de Letras. Membro da Academia Brasileira de Educação. Atual Reitor da UniRegistral. Palestrante e conferencista. Professor Universitário. Autor de dezenas de Livros: “Ética da Magistratura”, “A Rebelião da Toga”, “Ética Ambiental”, entre outros títulos.

Abraccine - Associação Brasileira de Críticos de Cinema

Site com atividades e informações sobre a associação que reúne profissionais da crítica cinematográfica de todo o Brasil

Sinfonia Paulistana

um novo olhar

%d blogueiros gostam disto: