RETROSPECTIVA 2010 – parte 2

6 01 2011

O Universo E! traz agora a segunda e última parte de sua RETROSPECTIVA 2010, relembrando os momentos mais marcantes do ano que passou para a indústria do entretenimento em suas várias formas: música, filmes, artes, animação…

JULHO

Julho, mês de férias. O mês onde os 31 dias podem ser traduzidos em uma única palavra: diversão. Mas as distribuidoras brasileiras conseguem provocar ainda mais risos nos fãs que adquirem os boxes de suas séries favoritas. Como no caso retratado pelo post de 02 de julho: a série Fringe, de J. J. Abrams, com o único título em inglês. Óbvio. Mas essa certeza não se aplica na versão brasileira do seriado. Fringe recebe, na arte de capa da embalagem o subtítulo A Grande Conspiração. Já na abertura dos episódios em versão legendada, o título e subtítulo desaparecem para serem substituídos por, simplesmente, Fronteiras. Agora não sei mais de qual série sou fã: Fringe? Fringe – A Grande Conspiração? Fronteiras?!!!

Em julho chegou ao fim mais uma edição da Copa do Mundo onde a Espanha sagrou-se campeã. Além do fracasso da seleção brasileira (que pegou carona no voo de volta com a Argentina), a Copa de 2010 ficou marcada pelo som. E não apenas o das vuvuzelas. Teve K’naan cantando ‘The Waving Flag’; Skank cantando a versão brasileira utilizada na propaganda da Coca-Cola e Shakira cantarolando ‘Waka Waka’.

Taí. A grande responsável pela falta de atualizações do blog durante os meses de junho e julho foi o Mundial da África do Sul, emendando com o início de merecidas férias.

AGOSTO

Este mês começou com um resumo superficial de minhas férias: leituras, revendo séries e muito descanso. Agosto também marca a época em que o friozinho na barriga começa nos fanáticos por séries porque o mês seguinte traz grandes retornos e estréias no fall season da televisão americana.

Na primeira sexta-feira desse mês estreou nos cinemas o longa A Origem. Uma estréia que quebrou uma tradição da Sétima Arte: de reservar sempre os seus melhores filmes para época de final de ano, onde uma produção está mais visível para a corrida do Oscar. E não há mais o que falar, A Origem é, continua sendo e provavelmente será o melhor filme apresentado em 2010, como disse antes: “Agora dificilmente algum filme poderá retirar o título de melhor filme de 2010 de A Origem e das mãos de Christopher Nolan”. Espere e veremos!

Uma pausa para reflexão? Também tivemos nesse post!

Os brasileiros especialistas em séries deram seus palpites sobre as melhores séries em exibição, em um aquecimento para o Emmy 2010. Especialista ou não, se você assiste à muitas séries, demos uma dica de como se organizar utilizando o site o Orangotag. As exibições em 3D novamente dando o que falar: dessa vez ocorreu com as cópias de O Último Mestre do Ar, que fez muita gente economizar uma graninha e desistir de conferi-lo nos cinemas.

E informamos também no finalzinho do mês, um vídeo com a prévia do ainda não-fenômeno The Walking Dead.

SETEMBRO

No mês em que o Universo E! mudou para o visual atual, também foi reservado por grandes informações que você viu primeiro aqui. Fomos conferir a refilmagem do Karate Kid (e não é que gostei?). Revelamos o fim de ano azul que Avatar (e Fox, e James Cameron) teria em 2010… começaram, com um mês de antecedência, as vendas para a estréia de Tropa de Elite 2… o Ministério da Cultura inicou uma votação em seu site sobre a escolha do representante brasileiro na categoria de filme estrangeiro do Oscar 2011… Jim Parsons, Sheldon de The Big Bang Theory revelou a sua homossexualidade… Justin Bieber invadindo telonas e telinhas: trilha de Karate Kid, participação na temporada atual de CSI, e mais cinebiografia…

Ufa! Muita coisa aconteceu em setembro. Mas não acabou por aqui: finalmente comentamos sobre Antes que o Mundo Acabe. Sessenta (!) séries (re)estrearam em uma única semana de setembro! E o Google Street View chegou ás ruas das principais cidades brasileiras.

OUTUBRO

Consolidou o cinema brasileiro pra o ano de 2010 com a chegada triunfal de Tropa de Elite 2 aos cinemas. Com a ajuda do Capitão Nascimento, o Brasil ocupou mais da metade das salas de cinema com suas produções

Mas em meio á uma onda verde e amarela, conseguimos ver Resident Evil 4: Recomeço e noticiar o lançamento da segunda temporada de Fringe.

Para os fãs da saga do Um Anel pela Terra-Média, outubro foi um mês especial: primeiro a eliminação das pendências envolvendo MGM e Warner Bros que impediam o início das filmagens de O Hobbit. E segundo, a chegada ao mercado brasileiro da edição de luxo da trilogia O Senhor dos Anéis em suas versões estendidas.

Enquanto informações eram liberadas para o lançamento da edição de colecionador de Avatar, o CQC chegava na era 3.0, com o programa ganhando mais meia hora em sua duração com transmissão ao vivo pela internet.

Mas de especial nesse mês mesmo teve a estréia, no dia 31, da série The Walking Dead!!!

NOVEMBRO

Chegando ao fim o ano de 2010. E novembro traz consigo notícias e nem tão boas assim…

Era levantada a hipótese real (e até a publicação desse post, essa informação não está descartada) do cancelamento do seriado Fringe após o seu terceiro ano. E logo seguida, a Fox americana informava a mudança de horário da produção das quintas para as temidas sextas-feiras. E mais, se o fenômeno de The Walking Dead ganhava fãs ao redor do mundo com tão pouco tempo de vida, o canal Fox brasileiro tratava de afasta-los com a exibição de episódios dublados e retalhados por aqui.

A rede Cinemark realizava a 11ª edição do seu projeto Projeta Brasil Cinemark. O YouTube também programava uma edição do YouTube Live no Brasil, reunindo os grandes nomes da música sertaneja.

Também em novembro revivemos (ou para alguns, conferiram pela primeira vez) as habilidades fantásticas do piloto Ayrton nas corridas de Fórmula 1 no documentário Senna. E no despedimos de uma das mais importantes figuras do humor em Hollywood: Leslie Nielsen.

DEZEMBRO

No último mês do ano as novidades voltaram a ficar escassas por aqui. Teve o trailer do quarto Piratas do Caribe.

E enquanto essa RETROSPECTIVA estava constrangedoramente atrasada, publicamos uma produzida pelo Google, para 2010 não passar em branco por aqui.

– * – * – * –

Agora sim! Missão dada é missão cumprida! Realizamos aqui a primeira retrospectiva do Universo E! Podemos agora, finalmente, fincar os pés no ano de 2011 e que ele venha repleto de atrações especiais por aqui. Até lá!

Anúncios




Dica para lista de presentes

28 11 2010

Se é um cinéfilo de carteirinha, e por extensão, um bom colecionador de DVDs, prepare-se para abrilhantar sua coleção com os lançamentos de fim de ano das distribuidoras aqui no Brasil.

E com tantas boas opções, o investimento promete ser grande e abocanhar uma parte do seu 13º salário..

1ª SUGESTÃO – Este é um sonho de consumo antigo de cinéfilos brasileiros e fãs da trilogia de J. R. R. Tolkien, que finalmente se concretizou esse ano: a edição luxo de colecionador da trilogia O Senhor dos Anéis, de Peter Jackson. Um super box com nada mais, nada menos do que 12 DVDs, contendo além dos extras, todas as versões estendidas dos filmes: A Sociedade do Anel, As Duas Torres e O Retorno do Rei.

Mais informações clique aqui.

2ª SUGESTÃO – Uma edição super especial de um dos maiores fenômenos de bilheteria do cinema mundial. A edição de colecionador lançado esse mês pela FOX traz a versão estendida de quase três horas de Avatar.

O especial pode ser encontrado em duas versões: com três DVDs e um BD (blue disc ou blu-ray) ou com somente três BDs.

Uma capa de fundo preto contendo no centro uma mão avatar é a envoltura para a embalagem do DVD cuja capa não contem o título do filme. Apenas uma imagem do corpo extraterreno de Jake Sully. A contracapa contem a mensagem: “OEL NGATI KAMELE”, traduzindo: continue a viagem.

Uma Mensagem de Pandora’, ‘Acesso Direto a Cenas Novas/Adicionais’, ‘Cenas Excluídas Inéditas’ e ‘Capturando Avatar’ são os bônus incluídos nessa edição estendida de colecionador.

3ª SUGESTÃO – A próxima sugestão tem lançamento previsto para o dia 09 de dezembro. Trata-se de mais um sucesso assinado por Christopher Nolan que chegou aos cinemas em agosto desse ano: A Origem.

Até aqui o melhor filme do ano, A Origem traz no elenco nomes como Joseph Gordon-Levitt, Leonardo DiCaprio, Ellen Page e Ken Watanabe. E deve ser um item imprescindível no acervo de qualquer colecionador.

As duas últimas sugestões a seguir são os itens mais recentes da minha coleção:

4ª SUGESTÃO – Apesar de todo o temor do cancelamento (injusto, se ocorrer) que cerca a série Fringe, não dá para deixar de fora o box que traz a segunda temporada completa da produção de J. J. Abrams.

Com um primeiro episódio intrigante, a segunda temporada termina levando seus espectadores para um outro universo. E entre aquele e este episódio, o segundo ano de Fringe traz ainda mais episódios fantásticos.

5ª SUGESTÃO – E para finalizar, mais um box de série. Já lançado há algum tempo, foi efetivamente adquirido a segunda temporada da trama vampiresca Crepús…, ops, True Blood. Esqueça Stephenie Meyer!

Retorne a cidade de Bon Temps na companhia de Sookie Stackhouse e Bill Compton.





Fãs encaram super semana de séries

19 09 2010

Com uma breve observação sobre o calendário dos retornos e das estreias desse fall season – a principal temporada da televisão norte-americana – já desconfiava da importâcia dessa semana, que inicia-se nesse domingo (dia 19), para os maníacos de séries.

A desconfiança virou fato. o jornal Folha de São Paulo informa na edição desse domingo: “Semana tem estreia de 60 séries nos EUA”.

Dentre essas 60 produções listamos a seguir os principais destaques dos dias da semana:

SEGUNDA-FEIRA –  Além da refilmagem do sucesso televiso Hawaií Five-O, temos a estreia mais aguardada da temporada: The Event pelo canal NBC. A série já foi vendida para diversos países, antes mesmo da estreia. No Brasil será exibida pelo Universal Channel a partir de 18/08.

Nesse dia haverá diversos retornos de produções consagradas: How I Met your Mother, Chuck, Two and Half Men e House por exemplo.

 

TERÇA-FEIRA – O dia está reservado para a grande sensação do momento: os losers de Glee voltam para embalar sua 2ª temporada depois de muitos prêmios recebidos pela temporada de estreia. Campeã de audiência nos EUA volta também a série policial NCIS, trazendo contigo a estreia de sua spin-off (série derivada) NCIS: Los Angeles.

 

QUARTA-FEIRA – No meio da semana temos mais uma produção televisiva assianada por J. J. Abrams. Depois das encerradas Felicity e Lost, e da empolgante Fringe, Abrams estreia pela NBC: Undercovers, protagonizada por um casal de ex-agentes da CIA, que são reconvocados pela agência.

 

QUINTA-FEIRA – Quinta-feira! Considero esse o dia D da televisão dos gringos. Esse dia específico da semana será palco de uma verdadeira batalha pela audiência dos seriado-maníacos. Temos a estreia da aguardadíssima 3ª temporada de Fringe, com o duelo entre o mundo real e o universo alternativo e o retorno de Bones, a dobradinha das noites de quinta do canal Fox; com a série médica Grey’s Anatomy e sua legião de fãs pela ABC; as consagradas comédias da NBCThe Office e 30 Rock e a CBS trazendo os campeões de público CSI – Crime Scene Investigation e The Big Bang Theory com a estreia de S#*! My Dad Says, uma produção baseada em um perfil real do Twitter.

SEXTA-FEIRA – Mas não perca o fôlego! A sexta-feira termina a semana com Smallville e sua 10ª e última temporada e Supernatural pelo canal nanico CW.





Tiros para todos os lados

2 07 2010

A frase-título desse post refere-se a minha síntese do que pude conferir da versão brasileira do box da 1ª temporada de Fringe, que chegou há poucos dias para mim (yeah!). E se você já acompanha o Universo E! com certa frequência sabe a minha admiração por essa fantástica produção de J. J. Abrams.

Pois bem. Em uma tradução literal, fringe pode ser traduzido como ciência de borda, ciência marginal, já que os casos retratados pela série trazem justamente a tona experiências de uma ciência não-convencional e perigosa se for manuseada por mãos erradas.

Admito a dificuldade de traduzir todas essas infinitas possibilidades em único título. E também admito a chatice que os fãs ‘puritanos’ (eu!) tem com traduções e dublagens de nosso objeto de desejo.

image No caso de Fringe, a distribuidora brasileira Warner também não soube definir muito bem um título para o público brasileiro. Você recebe o box da série e na capa tem “FRINGE – A GRANDE CONSPIRAÇÃO”. O que segue basicamente a regra universal das traduções para o português de séries americanas: um subtítulo logo após o nome original (vide ‘As Aventuras do Superboy’, ‘A Garota do Blog’, ‘Investigação Criminal’, ‘Um Estranho no Paraíso’…). Até aí, aparentemente nada de mais.

Mas quando você vai conferir os episódios, tanto em versão dublada ou legendada, lá vem a voz ou as letrinhas: FRONTEIRAS. Só que não há nenhuma ‘fronteira’ na capa do box e nem nos dvd’s internos.

Uma série com múltiplos títulos ao gosto do consumidor. Basta escolher o seu! O meu é o bom e velho Fringe!





Missão Impossível 4 a caminho!

18 06 2009

O que era rumor agora se confirmou. JJ Abrams e Tom Cruise voltarão a se encontrar nos sets de filmagem. Dessa vez para dar vida ao quarto filme da franquia Missão Impossível.

A dupla responsável pela idealização do último longa está cotada para trazer a série aos cinemas, ao que parece, para 2011 pela Paramount.

Caso JJ Abrams venha a ficar ocupado com um possível (e quase real) segundo Star Trek, um novo diretor será necessário para M:I, ficando JJ com a produção executiva.





O retorno de Fringe!

17 06 2009

Essa é para deixar marcado no calendário.

Uma das melhores, senão A melhor, estréia da safra 2008 de séries norte-americanas, Fringe veio ganhando força através dos episódios da primeira temporada e consolidando -se na audiência com seus casos bizarros, irreais até então para a ciência mas que faziam todo o sentido para o chamado “O Padrão”.

Episódios eletrizantes vieram semana após semana. O auge foi atingido no 11º episódio (o de retorno da série em 2009). E a partir daí, a série que já era boa ficou ainda melhor.

E para os fanáticos de plantão, com abstinência de episódios inéditos de Fringe, agora já tem data certa para essa crise acabar. A Fox americana divulgou o seu calendário de estréias: e Fringe retorna dia 17 de setembro, quinta-feira.

Agora só nos resta esperar!





Coincidências…

11 05 2009

Bem, vou transcrever duas cenas que ocorreram em dois episódios de séries distintas que assisti semana passada:

1ª CENA –

Ele está saindo de um prédio:

ELE (falando ao celular) – Porque você é fria e malvada. Bem, você me pediu a verdade, mãe, e…

ELA (aproximando-se dele, pela rua) – Ed!

ELE – Te ligo mais tarde, ok? (desliga o celular e fala com ela) – Olá Jules. Como vai?

ELA – Ela está grávida.

ELE – Como?

ELA – Funcionou. Rachel está grávida!

ELE – Juliet isso é… (fica surpreso) Uau! Eu preciso ver seus exames, verificar os dados… (ele começa a andar)

ELA (indo atrás dele) – Não! (os dois param) Não estou interessada em publicar Ed. É minha irmã.

ELE – Tudo bem. Se você não está interessada porque a preocupação…

BAMMM

Ela leva as mãos ao rosto.

2ª CENA –

O casal está saindo do restaurante a noite.

ELE (andando atrás dela) – Deveria ter beijado você há seis anos.

ELA (com raiva, virando para ele) – Agora você está sendo grosso. Não pode falar assim comigo.

ELE (interpelando-a, entrando na sua frente) – Se tivesse te beijado, teria restado algo. Mas eu amarelei. Havia uma janela aberta, agora ela se fechou. Por coragem… ou estupidez… estou tentando fazer o quê ninguém faria: reabrir a janela.

ELA (espantada) – Ow, essa vai entrar para a história como a cantada mais absurda. – saindo da frente dele

ELE (suplicando) – Me beije!

ELA (virando para ele de novo ) – Viu só? Você pirou!

EE – Só um beijo pra saber se sentimos alguma coisa. E se sentirmos ****, ficaremos juntos, felizes e sermos o que nós quisermos.

ELA – Como sabe se não sou feliz?

ELE – Você é?

Alguns instantes de silêncio. Ela não responde.

ELA – Adeus Todd!

ELE – Ok. Tudo bem. (ele começa a ir embora) Perdi essa batalha. Aceito isso (Agora ele pára e vira-se para ela) Mas a gente vai se beijar. Fique sabendo que estou fora dessa, mas não desisti de jeito nenhum…

ELA (grita) – TODD!!!

BAMMM


ELA (com as mãos na boca) – MEU DEUS!!!

— *** — *** — *** — *** — *** — *** — *** —

O BAMMM descrito na duas cenas é o mesmo acontecimento. E os dois ‘ele’ são atingidos por ele.  Primeira cena foi extraída do décimo terceiro episódio da 1ª temporada de Felicity (por isso os asteriscos quando ‘ele’ pronuncia o nome dela) e ELE se refere a Todd Mulcahy, amigo de infância da personagem central.

Já a segunda cena trata-se do episódio de número sete da terceira temporada de Lost. ELE é o doutor Edmund conversando com ELA, a doutora Juliet.

Tanto Todd quanto Edmund são atropelados por um ônibus. Uma cena não tão incomum assim em filmes de suspense e de terror. Há um acidente desses em Premonição. Mas o que é engraçado em tudo isso, é de se tratar de duas produções de J. J. Abrams com alguns anos de diferença de exibição entre o episódio e outro. E também de eu assisti-los na mesma semana, lembrando ao assistir Felicity de que o mesmo acidente ocorrera no último episódio que assistira de Lost.

Uma coincidência daquelas. Afinal, nada como reutilizar idéias passadas. Não que isso seja reprovável, mas não dá pra ser original sempre.





Fringe ganha 2ª temporada

5 05 2009

A mais nova série de JJ Abrams (alvo de um especial do Universo E! a dois posts abaixo), ganhou mais uma temporada.

Joshua Jackson, Anna Torv e John Noble voltarão a reprisar seus papéis – Peter Bishop, agente Olívia Dunham e Walter Bishop, respectivamente – em Fringe no segundo semestre desse ano, que é a previsão da estréia da 2ª temporada do seriado na televisão americana, com previsão de 20 a 22 episódios.

O drama acompanha o órgão de inteligência norte-americana (FBI) lidando com casos grotescos que desafiam a lei da ciência. E para desvendar tais mistérios contam com a ajuda providencial – mas não tão convencional – de Walter Bishop, internado num sanatório.

O término da 1ª temporada, de acordo com site Estrelando, vai ao ar no próximo dia 12 nos EUA.

Esta é uma renovação muito bem-vinda! Agora é só esperar.





O Mago J. J. Abrams

4 05 2009

Se você é uma pessoa aficionada por filmes e/ou séries já deve ter visto uma produção onde o produtor de cinema J. J. Abrams tenha participado ou colaborado. Afinal, ele é um dos profissionais de Hollywood em maior atividade atualmente. E não é pra menos. Além de produtor, Abrams atua, escreve roteiros e compõe músicas. É impossível ficar indiferente a alguém tantas habilidades quanto ele.

Nascido em 27 de junho de 1966 em Nova Iorque, Jeffrey Jacob Abrams, ou simplesmente J. J. Abrams, acabou sendo criado em Los Angeles pelos pais Gerald W. Abrams e Gracie Abrams.

Não demorou muito tempo para que a criatividade de J. J. fosse passada para as telonas. Foi no filme “Milionário num Instante” que surgiu pela primeira vez as inicias

J J A B R A M S em uma produção hollywoodiana. O roteiro escrito por JJ ainda na época da faculdade foi comprado pela Touchstone Pictures em 1990 e ganhou as telas no mesmo ano.

No ano seguinte, essa máquina de criar ficção não parou e já emendou outro script. Eram as cenas de “Uma Segunda Chance” protagonizado por Harrison Ford (aquele do Indiana Jones). Em 92, Abrams escreveria “Eternamente Jovem“, produção estrelada por Mel Gibson. Em “A Grande Pescaria” de 1997, ele seria o co-roteirista.

Uma das últimas grandes criações de J. J. Abrams para a década de 90 foi um sucesso de bilheteria em parceria com grandes nomes de Hollywood como o mega-produtor Jerry Bruckheimer e o badalado diretor Michael Bay. O trabalho?: o roteiro de ‘Armageddon’ com atuações de Bruce Willis, Liv Tyler, entre outros.

Mas a menina dos olhos, o trapolim definitivo de JJ Abrams para o sucesso nos EUA e no mundo veio através da televisão americana. E em 1998 estrearia a primeira de suas várias séries: Felicity. Com temporadas que duraram de 98 a 2002, Abrams além de criador, escrevera roteiros, dirigira episódios e até compusera o tema de abertura da produção estrelada por Keri Russel. Em 2001 era transmitida outra série sua de sucesso – Alias: Codinome Perigo, que durou até 2006. Aqui além de ser o idealizador, ele também foi diretor, roteirista e produtor executivo da produção.

De posse de sua própria produtora, a Bad Robot, JJ criou então a mais aclamada de suas produções: Lost. Atualmente em produção (nos EUA é exibida sua 5ª temporada e penúltima temporada), a série sobre a misteriosa ilha vem conquistando ótimas críticas pelos episódios exibidos esse ano, ganhando fôlego para a derradeira 6ª temporada em 2010, finalizando mais um de seus sucessos.

Ainda em 2006, J. J .Abrams foi convidado pessoalmente por Tom Cruise para dirigir a terceira parte de ‘Missão Impossível’.

Mesmo estando no ápice de sua carreira Abrams ainda teve tempo de se aventurar em outras produções: para o cinema temos Cloverfield – O Monstro, filme a là Godzilla, que mostra a devastação da cidade de Nova Iorque por uma criatura. E para TV, tivemos a estréia mais aguardada das séries da safra 2008/09. Em Fringe, vemos uma equipe da agência de inteligência norte-americana desvendando casos que desafiam as leis da ciência e tudo leva crer que uma empresa de alta tecnologia que está por trás dos mistérios mostrados na série.

E pergunta-se: o que será de J. J. Abrams após Lost em 2010? Bem, agenda dele parece ter pouco tempo disponível. Primeiro, ele vem sendo responsável pela produção do novo filme Star Trek ou Jornada nas Estrelas que tem previsão de estréia ainda este ano. E em pré-produção, JJ trabalha na adaptação da série de sete livros de Stephen King ‘A Torre Negra’. Férias? Por enquanto não tão cedo!








PALPITEIRO BRASILEIRO

Campeonato dos Palpiteiros - Temporada 2019

Blog do Renato Nalini

Ex-Secretário de Estado da Educação e Ex-Presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo. Atual Presidente e Imortal da Academia Paulista de Letras. Membro da Academia Brasileira de Educação. É o Reitor da UniRegistral. Palestrante e conferencista. Professor Universitário. Autor de dezenas de Livros: “Ética da Magistratura”, “A Rebelião da Toga”, “Ética Ambiental”, entre outros títulos.

Abraccine - Associação Brasileira de Críticos de Cinema

Site com atividades e informações sobre a associação que reúne profissionais da crítica cinematográfica de todo o Brasil

Sinfonia Paulistana

um novo olhar

%d blogueiros gostam disto: