ANÁLISE: Jogos Vorazes – Em Chamas

24 11 2013

Um ano após a 74ª edição dos Jogos Vorazes onde o distrito 12 saiu, excepcionalmente, com dois vencedores, Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence, O Lado Bom da Vida e Inverno da Alma) tenta trazer sua vida de volta a normalidade. Isto é, convencer Gale Hawthorne (Liam Hemsworth, Os Mercenários 2 e Conexão Perigosa)  que todo o suposto romance vivido no longa anterior com Peeta Mellark (Josh Hutcherson, Minhas Mães e Meu Pai e Ponte para Terabítia) não passou de uma armação. Convincente, mas pura encenação.

Com o temor de que a ousadia de Katniss na final dos jogos vorazes visto no longa anterior despertassem um levante popular nos distritos  contra a Capital, o presidente Snow (Donald Sutherland, Um Amor de Tesouro e Cold Mountain) visita pessoalmente a jovem para se assegurar, que tanto ela quanto Peeta, continuem a transmitir mutuamente ao público o suposto amor deles e a fidelidade destes à Capital durante a Turnê dos Vitoriosos que está prestes a se iniciar, onde o casal passaria por todos os distritos. Para se assegurar que a mensagem trazida por ele seja assimilada e obedecida por eles (certo de que o casal possui grandes problemas em obedecer ordens), o presidente Snow ameaça formalmente a integridade física da família de Katniss assim como a (pouca) estabilidade econômica do distrito 12, visando num futuro não muito distante, a extinção desse distrito.

No início da Turnê, ambos os jovens tem dificuldade em transmitir ao público a ideia do amor verdadeiro que deveria existir entre eles. Ciente disso, Peeta sugere a Katniss que eles pudessem pelo menos tornar-se bons amigos e quem sabe, conhecendo-se intimamente, a tarefa de mentir em cadeia nacional fosse um pouco mais fácil de ser realizada. A passagem dos dois vencedores pelos distritos mostra o forte controle da Capital na viagem. Se o público presente nos discursos demonstrassem qualquer tipo de apoio aos representantes do distrito 12, estes eram sumariamente executados, sem dó e nem piedade. Da mesma forma que os textos forjados e preparados pela extravagante Effie Trinket (Elizabeth Banks, O que Esperar Quando Você está Esperando? e a primeira trilogia de Homem-Aranha) – e que seguiam as recomendações de Snow – eram rapidamente vaiados no momento da leitura pelo público. A manipulação do povo não estava mais funcionando como antes.

Ou seja, a Turnê dos Vitoriosos não conseguiu atingir o objetivo do presidente, que era diminuir a representação de esperança que a população mais pobre de Panem projetava na personagem de Jennifer Lawrence. Como Snow tem a maior brevidade possível de eliminar essa visão para baixar os ânimos revoltosos contra a Capital, ele precisa, de uma forma ou de outra, eliminá-la desse cenário. Como? Partindo para um segundo plano…

Para tanto, as regras para a 75ª edição dos Jogos Vorazes são alteradas propositalmente. Para edição especial que também celebra o terceiro Massacre Quaternário (que ocorre a cada 25 anos), os tributos oferecidos pelos distritos só poderiam ser escolhidos entre aqueles que já venceram os Jogos Vorazes anteriormente. No caso do distrito 12, a escolha limita-se apenas a Katniss no lado feminino, enquanto no masculino o indicado seria entre Haymitch (Woody Harrelson, Truque de Mestre e Onde os Fracos Não Tem Vez) e Peeta, onde o último voluntaria-se no lugar do primeiro para ser o tributo na nova edição.

A insatisfação geral só aumenta contra o governo central de Panem com essas alterações impopulares em relação aos jogos, que passa a contar com Plutarch Heavensbee (Philip Seymour Hoffman, O Homem que Mudou o Jogo e Antes que o Diabo Saiba que Você está Morto) como idealizador-chefe, sucessor de Seneca Crane (Wes Bentley, Imortal e Beleza Americana). Tudo por vontade, pressão e interferência direta do presidente Snow. Se tais atitudes provocam a ira da população, a decisão de convocar os ex-vencedores passa a opor também os participantes contra o presidente.

Se no primeiro filme nós tivemos uma noção de como a organização dos Jogos Vorazes interfere sistematicamente na arena onde os massacres são realizados, em Jogos Vorazes: Em Chamas essas influências são covardemente realizadas com a clara intenção de eliminar Katniss da disputa com obstáculos e desafios ainda mais perigosos e mortais como: a névoa venenosa, os macacos selvagens extremamente raivosos, o próprio calor insuportável do ambiente que oferece pouca ou nenhuma água potável aos participantes, além dos próprios tributos adversários com o qual o distrito 12 não conseguiu construir aliança no jogo. A mecânica com que a organização inseria tais armadilhas na arena é logo compreendida pelo grupo constituído por Katniss, Peeta, Finnick Odair (Sam Claflin, Branca de Neve e o Caçador e Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas), Johanna Mason (Jena Malone, Na Natureza Selvagem e Sucker Punch: Mundo Surreal) e o nerd Beetee (Jeffrey Wright, Contra o Tempo e 007: Quantum of Solace). O nerd, a exemplo da última vez que ganhou os jogos, também planeja eliminar eletrocutando seus adversários com ajuda dos novos amigos.

Vindo de uma grande narrativa, apostando grande parte dela no lado político da trama dos livros da escritora Suzanne Collins (que inclusive participa dos roteiros adaptados dos longas), diferentemente de muitas outras obras destinadas ao público juvenil atualmente, Em Chamas também seus grandes méritos ao atingir elegantemente o seu ápice com uma grande reviravolta em seus atos finais. Primeiro, surgem os chamados ‘gaios tagarelas’ que reproduzem as vozes humanas e trazem, principalmente, para Katniss e Finnick, os lamentos e os pedidos de socorro de pessoas próximas a eles em seus respectivos distritos, insinuando o possível caos que presidente Snow possa ter causado por lá, chegando a grande revelação final, um excelente gancho para as duas próximas continuações: a escolha natural de Katniss Everdeen como o tordo da revolução que vinha sendo sorrateiramente construída muito antes do início da 75ª edição dos jogos, contando inclusive com a participação do idealizador-chefe Plutarch e de metade dos tributos convocados, além de se vingarem agora da aniquilação do distrito 12.

Jogos Vorazes: Em Chamas faz jus a hype criado em torno do seu lançamento, sendo apontado desde o ano passado como um dos filmes mais aguardados de 2013, fruto não apenas da direção aqui de Francis Lawrence, mas também do material original de adaptação. Entre os principais acertos desse segundo longa podemos destacar a correta postura Francis em recorrer mais vezes ao lindo hino-tema composto James Newton Howard (que repete com o diretor a parceria de outros filmes como Água para Elefantes e Eu Sou a Lenda) para pontuar cenas empolgantes aqui e o visual dos bonecos imaginários a laser utilizados no centro de treinamento. Mesmo que seja de fácil questionamento o fato do porquê a população de Panem esperou esses longos 74 anos para se rebelarem contra a realização de algo absurdo que são os ditos jogos vorazes (estavam esperando pela Jennifer Lawrence, de certo), não há como negar a qualidade dos dois filmes que a trama rendeu até aqui e as nossas melhores expectativas para que esse fato se repita com as estreias vindouras de Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1 e Parte 2.

NOTA: 5/5

Anúncios




O ‘tio’ de Harry Potter morre aos 65 anos

29 03 2013

Ele foi detestado por Harry Potter. Ele foi o responsável por deixar o bruxo mais famoso do cinema e da literatura num espaço minúsculo debaixo das escadas, escondido das visitas e tentou, de todas as maneiras, impedir que Harry frequentasse as aulas no castelo de Hogwarts. Tudo isso em vão.

Apesar de todas as suas ‘vilanices’, o tio Válter Dursley perpetuou-se no imaginário de milhares de fãs de Harry Potter e companhia. Richard Griffiths foi o responsável por dar a vida a este personagem e um dos primeiros a inaugurar na telona uma das mais bem-sucedidas cinesséries do cinema contemporâneo. Os oito filmes Harry Potter, baseados nos livros escritos por J. K. Rowling, levaram dez anos para concluir a saga,  desde 2001 com A Pedra Filosofal até 2011 com a segunda parte de As Relíquias da Morte.

E todos os participantes dessa incrível jornada terão o eterno apreço daqueles que acompanharam a evolução da história ano após ano. E isso não foi diferente com Richard Griffiths, que faleceu ontem (28/03) vítima da complicação de uma cirurgia cardíaca na Inglaterra.

O ator Daniel Radcliffe, o protagonista dos filmes, mas que também trabalhou com Richard na peça Equus, foi um dos primeiros a se manifestar sobre a morte do veterano ator: “Richard esteve ao meu lado em dois dos momentos mais importantes da minha carreira. Tenho orgulho de tê-lo conhecido!”

Britânico, o ator além das participações como tio do Harry Potter também pode ser visto em outras produções de grande bilheteria como Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas e no recente A Invenção de Hugo Cabret.

Mas nada que o impedisse de ser eternamente conhecido como Tio Válter! Fica aqui a homenagem do Universo E! a Richard Griffiths.

richard griffiths

 

RICHARD GRIFFITHS — ✰ 31/07/1947   28/03/2013





A rede pelo Twitter #1: piratas fãs de piratas!

17 05 2011

 Esta semana inicia a temporada dos blockbusters do cinema americano. Período que abrange o verão no Hemisfério Norte, a tradicional época de férias reservada para os lançamentos das principais apostas dos estúdios de Hollywood no ano. De olho, claro, no público disposto a ir ao cinemas nos próximos três meses. Quem dá a largada são os estúdios Disney com o quarto lançamento da franquia Piratas do Caribe.

Nada mais natural que a expressão Captain Jack Sparrow figure nos tópicos mais comentados da rede social Twitter. O ilustre personagem do espetacular Johnny Depp caiu nas graças do público feminino – não raras vezes, muitas usuárias declaram seu amor ao personagem, twittando, Jack Sparrow I love you!!! ou Jack Sparow, vc é meu!!!

Mas agusmillone já informava: 19 de maio, o capitão Jack Sparrow chega aos cinemas com Piratas do Caribe – Navegando em Águas Misteriosas. Anthonymks faz o coro do público: Jack Sparrow […] foi o melhor papel de Johnny Depp. Ele nunca vai atuar daquele jeito de novo. Nunca!

Se essa semana dá a largada para as estreias dos grandes blockbusters 2011 nos cinemas, duchess_lexi resume muito bem o outro lado dessa semana: Sem sombra de dúvidas, essa é a semana dos piratas!

Quando desembarcou nos cinemas com a Maldição do Pérola Negra, Johnny Depp conseguiu encantar uma legião de fãs, que foram conferir as outras duas sequências: O Baú da Morte e No Fim do Mundo, como também se fez memorável com suas sábias expressões, lembradas e retwettadas pelos usuários do Twitter. Vamos a algumas delas: 

1) Fany_SkarsO mundo continua o mesmo, só há menos razões para viver’.

2) Withouturl ‘Este é o dia que você sempre recordará como o dia em que quase capturou Jack Sparrow’.

3)MeedinaJ ‘Não deveria ter um ‘capitão’ aí em algum lugar?’. 

Por outro lado, as grandes expectativas não são uma unanimidade na rede. E há aqueles que não esperam assim uma graaande diversão e baseiam sua ida ao cinema, única e exclusivamente no personagem de Depp:  victor_solena Piratas do Caribe 4 tem grandes chances de ser muito ruim. Mas pior que o 3 é impossível. Só o capitão Jack Sparrow que me motiva a assistir

Mas se Johnny Depp já é uma figurinha carimbada na história de piratas produzida por Jerry Bruckheimer, o quarto longa de Piratas do Caribe traz uma caloura ao lado de Jack Sparrow: a atriz Penélope Cruz. Há quem goste e quem não goste dela, talvez seja essa uma das razões pela qual ela ainda não apareceu no ranking dos assuntos mais comentados do Twitter

1) luizamz […] to triste que não vai ter a Elizabeth e o Will e vai ter a Penélope Cruz,não gosto dela. 

2) PatyMondu Jack Sparrow nos TT’s? Ponham Penelope Cruz na lista porque ela é a única razão para eu ir ver o filme.

Agora é com você! Qual sua opinião sobre o novo Piratas do Caribe? Vai ser bom ou não vai ser? Ama ou odeia Jack Sparrow / Johnny Depp? Se você gosta da franquia ou apenas quer conferir mais um lançamento dos cinemas, corra, garanta já o ingresso para a estreia ou aguarde a tranquilidade dos cinemas nos dias úteis ou aproveite as promoções de segundas, terças ou quartas, e confira Piratas do Caribe – Navegando em Águas Misteriosas. E comente, deixe sua opinião aqui no Universo E!








PALPITEIRO BRASILEIRO

Campeonato dos Palpiteiros - Temporada 2018

Blog do Renato Nalini

Ex-Secretário de Estado da Educação e Ex-Presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo. Ex-Presidente e Imortal da Academia Paulista de Letras. Membro da Academia Brasileira de Educação. Atual Reitor da UniRegistral. Palestrante e conferencista. Professor Universitário. Autor de dezenas de Livros: “Ética da Magistratura”, “A Rebelião da Toga”, “Ética Ambiental”, entre outros títulos.

Abraccine - Associação Brasileira de Críticos de Cinema

Site com atividades e informações sobre a associação que reúne profissionais da crítica cinematográfica de todo o Brasil

Sinfonia Paulistana

um novo olhar

%d blogueiros gostam disto: