Breves & Curtas #9: Festival É Tudo Verdade | Campinas

28 04 2014

A mais nova edição do Breves & Curtas traz a nossa cobertura especial do Festival Internacional de Documentários É Tudo Verdade em sua itinerância por Campinas. A passagem do festival pela cidade do interior paulista e nessa semana por Brasília (de 30/04 a 04/05) e por Belo Horizonte em julho, traz os vencedores e os principais destaques produções das edições integrais do É Tudo Verdade que ocorreram em São Paulo e no Rio de Janeiro no início do mês.

Os nossos textos durante os três dias em que estivemos na capital paulista pode ser visto nos links a seguir: dia 01, dia 02 e dia 03.

Vamos conferir agora o que vimos em Campinas:

etv2014

 

HOMEM COMUM (Brasil, 2013)  Vencedor do prêmio CPFL Energia / É Tudo Verdade: Janela para o Contemporâneo (melhor documentário brasileiro de longa/média-metragem

Utiliza das semelhanças de dois filmes – o dinamarquês Ordet (1955) e o americano Life, the Dream (2012) – para moldar o retrato de vida de um caminhoneiro e sua família durante quase 20 anos. Uma mescla interessante entre o que é real e o que é ficção.

NOTA: 4/5

SOBRE A VIOLÊNCIA (Suécia, EUA, Dinamarca e Finlândia, 2014) – Uma análise da violência a partir do colonialismo e, principalmente, quando esta surge com a descolonização. Aqui, países como Zimbábue, Moçambique, Angola, Guiné-Bissau são as grandes vítimas da opressão religiosa, militar, social e econômica dos países europeus, uma intervenção dizimadora de culturas.

Em troca de suas riquezas naturais, o povo explorado recebia miséria, pobreza, fome e desolação. Incisivo em suas denúncias, Sobre a Violência levanta outras questões interessantes: o prevalecimento de valores cristãos (tal como a supremacia do branco perante o negro) e do porquê as nações africanas não tiveram o seu devido ressarcimento tal qual as nações europeias após a expansão e extinção do nazismo no Velho Continente. Não se trata de uma questão financeira, mas sim de oferecimento de condições propícias ao próprio desenvolvimento da África: a lógica de menos comida e mais ferramentas.

O documentário de Göran Hugo Olsson ainda é corajoso em sua conclusão ao defender uma nova organização social mais humana, distanciando-se o máximo possível daquela propagada pelos europeus. Algo muito mais complexo do que a simples substituição do capitalismo pelo socialismo.

NOTA: 5/5

UM HOMEM DESAPARECE (Japão, 1967) – Um conturbado, complicado, burocrático e confuso documentário sobre uma única questão: por que, num país pequeno como o Japão, tantas pessoas desaparecem? A produção de Shohei Imamura persegue os passos de um homem que abandonando sua família e sua noiva.

A investigação tenta reconstruir os passos do desaparecido com as limitações tecnológicas da época sem nenhum registro eletrônico – seja de imagens de câmera ou de informações bancárias confiáveis.

Tudo é baseado 100% em entrevistas de testemunhas que por ventura tenham visto tal pessoa muito tempo depois dos fatos ocorridos. Um tempo o suficiente para que a memória apague qualquer detalhe mais preciso.

Embora entremos em contato com um lado desconhecido da sociedade japonesa (como a traição e a prostituição), a base da narrativa enfraquece completamente Um Homem Desaparece. Tanto pela mudança constante de foco da “investigação”, quanto pela perda de um longo tempo com discussões irritantes e banais entre acusado e acusador.

NOTA: 1/5

JASMINE (França, 2013) – Vencedor do prêmio de melhor documentário internacional de longa/média-metragem

Não foi só na política que França e Irã se relacionaram diretamente, uma vez que Paris foi refúgio do aiatolá Ruhollah Khomeini durante as Revolução Iraniana de 1979. Na mesma época e envolvendo os mesmos países está a história de amor entre o francês Alain e a iraniana Jasmine.

Para documentar esse conturbado relacionamento, que evoluiu e definhou tal como o estado político do Irã, entram em cena a leitura de cartas trocadas entre os dois, a animação em stop-motion (e seus bonecos de argila) e imagens de arquivo para registrar outra história de amor impossível. Mais uma entre tantas outras, mas contada de forma inesperada.

NOTA: 3/5

20 CENTAVOS (Brasil, 2014) – Com a transformação de celulares e smartphones em pequenas centrais de mídia, os protestos de junho de 2013 puderam ser vistos e compartilhados pelas redes sociais, onde coube a cada manifestante registrar em seu aparelho os gritos, os excessos da polícia, o vandalismo irracional de delinquentes encapuzados de uma manifestação plural e de múltiplos objetivos e interesses.

O documentário de 53 minutos de Tiago Tambelli nada mais é do que um apanhado geral dessas imagens (com uma qualidade melhor do que a de um celular), com poucos efeitos gráficos e envolto por trilha sonora. Apesar do ineditismo, de ser o primeiro produto audiovisual finalizado a menos de um ano dos protestos, a produção não acrescenta nada de novo aos olhos mais atentos que acompanharam a cobertura da mídia tradicional. Cobertura que utilizou fartamente dos aparelhos portáteis dos manifestantes.

NOTA: 2/5

Anúncios




COBERTURA COMPLETA Oscar 2010 Ao Vivo

7 03 2010

Olá amigos! Todos preparados para esse, o maior evento do cinema mundial? Então fiquem a postos. Dentro de uma hora, iniciará a 82ª edição do Oscar.

Só aqui no Universo E! você acompanhará minuto-a-minuto, o que acontece dentro do Kodak Theatre em Los Angeles, EUA!

(OS EVENTOS MAIS RECENTES DA NARRAÇÃO SERÃO POSTADOS LOGO ABAIXO DESSA MENSAGEM)

– E para coroar a noite vencedora de Guerra ao Terror: o Oscar de melhor filme de 2009 vai para ele!

– Chegou a vez dos diretores saberem que vai levar o Oscar para o escritório: e o Oscar vai para a primeira mulher a ganhar um por melhor direção. Guerra ao Terror conquista o seu quinto Oscar na noite.

– E para apresentar a vencedora de MELHOR ATRIZ, o vencedor do Oscar de melhor atuação masculina do ano passado: Sean Penn. E o Oscar vai para… O Lado Cego, vai para… Sandra Bullock!

– E na apresentação das indicadas a MELHOR ATRIZ, Gabourey Sidibe é comparada a Meryl Streep. Oprah Winfrey: “Depois de seu trabalho inicial, Gaby está aqui na Academia, sentada no mesmo espaço que Meryl Streep!”.

– E a festa já está acabando. Só nos resta saber os vencedores de MELHOR DIREÇÃO, MELHOR ATRIZ E MELHOR FILME.

– Ao contrário de todos os vencedores, Jeff Bridges tem muito tempo disponível para fazer os seus agradecimentos. A musiquinha inoportuna dizendo “seu tempo acabou” nem sequer soou.

– Estamos chegando agora as categorias principais. Agora, MELHOR ATOR, concorrendo Jeff Bridges (Coração Louco); George Clooney (Amor sem Escalas); Colin Firth (A Single Man); Morgan Freeman (Invictus) e Jeremy Renner (Guerra ao Terror). A torcida aqui é para o último ator, Jeremy Renner e o seu desarmador de bombas. E o Oscar vai para Jeff Bridges.

– Agora é a vez do 3 dimiático Avatar ganhar a apresentação no Oscar.

– E em agradecimento, o diretor do filme lembra os nossos vizinhos chilenos.

– Uma importante premiação agora. Apresentados os indicados a melhor filme estrangeiro. Favoritos, o horrível A Fita Branca (Alemanha) e o bem falado O Segredo dos Seus olhos (Argentina). E o ganhador é o argentino O Segredo dos Seus Olhos. Meus parabéns aos nossos hermanos!

– E por falar nele, Guerra ao Terror é apresentado na cerimônia por Keanu Reeves.

– Os grandes favoritos da noite disputam o Oscar de MELHOR EDIÇÃO – que vai para Guerra ao Terror, que com este, já tem  4 Oscar na prateleira. Até aqui, Avatar vem em segundo com três estatuetas.

– The Cove ganha o Oscar destinado a MELHOR DOCUMENTÁRIO

– Recapitulando até agora todos os premiados do Oscar até a 01:00 da manhã dessa segunda, dia 08/03 no Oscar 2010:

MELHOR FOTOGRAFIA Avatar

MELHOR EDIÇÃO DE SOM Guerra ao Terror

MELHOR ATOR COADJUVANTE Christoph Waltz em Bastardos Inglórios

MELHOR FIGURINO The Young Victoria

MELHOR MAQUIAGEM Star Trek

MELHOR EDIÇÃO DE SOM Guerra ao Terror

MELHOR TRILHA SONORA Up – Altas Aventuras

MELHOR EFEITOS VISUAIS Avatar

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE Mo’Nique em Preciosa – Uma História de Esperança

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL The weary kind de Coração Louco

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO Preciosa – Uma História de Esperança

MELHOR ANIMAÇÃO – Up – Altas Aventuras

MELHOR CURTA DOCUMENTÁRIO Music of Prudence

MELHOR CURTA ANIMAÇÃO Logorama

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL Guerra ao Terror

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE Avatar

MELHOR CURTA METRAGEM The New Tenants

– Guerra ao Terror já sai na frente de Avatar, levando os dois Oscar destinada a parte sonora dos filmes: melhor som e melhor edição sonora!

– Queen Latifah no microfone. São apresentadas as indicadas a MELHOR ATRIZ COADJUVANTE.O Oscar vai para Mo’nique de Preciosa.

– MELHOR ROTEIRO ADAPTADO: as apostas são todas para Amor sem Escalas. Será que haverá alguma novidade aqui? Há também Preciosa correndo por fora, assim como Distrito 9. E o Oscar vai para Preciosa – Uma História de Esperança.

– O longa dos irmãos Cohen ganham o spot na cerimônia. Imagens de Um Homem Sério na tela do palco.

– Perdemos algumas categorias por problemas técnicos, o que nos levou a perder alguns minutos da apresentação ao vivo e a homenagem a John Hughes.

– MELHOR MAQUIAGEM apresentado por um Ben Stiller Na’Vi – só três concorrendo – Il Divo, Star Trek e The Young Victoria. Quem leva esse Oscar… Star Trek

– Os convidados do próximo bloco: Tina Fey e Robert Downey Jr.

– É a vez de Distrito 9 ganhar uma explanação na cerimônia.

– Amanda Seyfried e Miley Cirus. “Vocês nem imaginam quem elas são.”, foram as palavras de Steve Martin. A categoria apresentada pelas jovens é a de MELHOR CANÇÃO ORIGINAL: Duas canções de A Princesa e o Sapo com Paris 36, Nine e Crazy Heart completam os nomeados. A maioria das apostas vai para a canção The Weary Kind de Coração Louco… E as previsões estão CORRETAS. Outra premiação a tempos previsível.

– Cameron Diaz e Steve Carrel no palco. As animações agora discutem as suas possibilidades ao Oscar de melhor animação: personagens de A Princesa e o Sapo, Up – Altas Aventuras, Coraline, O Fantástico Senhor Raposo em uma animação feita especialmente para a cerimônia… E o vencedor da categoria é Up – Altas Aventuras. Nenhuma surpresa até agora nas duas primeiras categorias reveladas.

– PRIMEIRO COMERCIAL, PRIMEIRO TRAILER: de Ridley Scott, Robin Hood.

– O Lado Cego ganha o seu spot durante a cerimônia! Um breve texto resume a história, seguido de imagens do longa.

– Penelope Cruz é a primeira apresentadora convidada a entrar no palco. O 1º prêmio – ATOR COADJUVANTE – concorre Matt Damon, Woody Harrelson, Christopher Plummer, Stanley Tucci e Christoph Waltz. E o Oscar vai para… o favoritaço da crítica para Christoph Waltz de Bastardos Inglórios.

– E cutucando a onça com vara curta, eles partem para a ex-esposa do diretor: Kathryn Bigelow, diretora indicada por Guerra ao Terror.

– Ao se referirem ao diretor de Avatar, James Cameron, os dois apresentadores utilizam um óculos 3D para verificar se aquele na platéia é mesmo James Cameron.

– E A CERIMÔNIA COMEÇA!!! Alec Baldwin e Steve Martin começam, no palco, a fazer referências aos indicados ao Oscar e seu elenco, espalhado pela platéia do Kodak Theater








PALPITEIRO BRASILEIRO

Campeonato dos Palpiteiros - Temporada 2019

Blog do Renato Nalini

Ex-Secretário de Estado da Educação e Ex-Presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo. Atual Presidente e Imortal da Academia Paulista de Letras. Membro da Academia Brasileira de Educação. É o Reitor da UniRegistral. Palestrante e conferencista. Professor Universitário. Autor de dezenas de Livros: “Ética da Magistratura”, “A Rebelião da Toga”, “Ética Ambiental”, entre outros títulos.

Abraccine - Associação Brasileira de Críticos de Cinema

Site com atividades e informações sobre a associação que reúne profissionais da crítica cinematográfica de todo o Brasil

Sinfonia Paulistana

um novo olhar

%d blogueiros gostam disto: