VI Paulínia Film Festival | Sinfonia da Necrópole

30 07 2014
Troféu Menina de Ouro do Paulínia Film Festival

Troféu Menina de Ouro do Paulínia Film Festival

[BRASIL, 2014] – Quem diria que um assunto tão peculiar (o cemitério) poderia render uma boa história contada através de gêneros difíceis de relacionar à essa temática: a comédia e o musical. Tal façanha foi alcançada com extremo sucesso por Juliana Rojas (em segundo longa, depois de dirigir Trabalhar Cansa) e equipe.

Um grande cemitério da cidade de São Paulo recebeu um candidato pouco apto a exercer a profissão da qual é aprendiz – coveiro. A primeira vez que vemos Deodato (Eduardo Gomes) ocorre quando o vemos ser resgatado de dentro da cova de um enterro em andamento. O mal súbito do protagonista é recorrente, o quinto em menos de um mês, ou seja, são praticamente nulas as chances de prosperidade de Deodato nesse cargo.

Um fiel espelho da grande metrópole em que está instalado, o cemitério (ou a necrópole do título) passa pelos mesmos problemas da cidade que o cerca. Só que no primeiro caso os envolvidos são os mortos e os seus túmulos e, no segundo, somos nós e os nossos corpos. Vivos. Por enquanto…

Falta de manutenção, jazigos abandonados e espaço escasso para receber novos inquilinos. A comparação é verdadeira, já que a escassez de espaço é a desculpa recorrente da (pouca) mobilidade urbana. Para solucionar essa mórbida questão entra em cena Jaqueline (Luciana Paes, Onde está a Felicidade? e Crô: O Filme), uma entusiasmada profissional do ramo funerário, contratada pelo administrador do cemitério, Aloíso (Hugo Villavicenzio, O Cheiro do Ralo e Trabalhar Cansa) e encarregada de mapear e recadastrar todas as pessoas enterradas, encontrar espaços ociosos e contatar famílias a serem indenizadas devido a realocação de alguns túmulos. Tudo integrando um plano de verticalização do cemitério (qualquer semelhança com o lado externo é mera coincidência).

Além dos túmulos, o cemitério e suas adjacências são povoados por personagens coadjuvantes carismáticos que auxiliam na criação do humor afiado da produção. O roteiro também assinado pela diretora, por exemplo, recria expressões populares para se adequar ao cenário abordado, ao mesmo tempo em que cria esquetes que não soam tolas e deixam uma dúvida bem-vinda: o riso ocorre por que a produção não se leva a sério? Ou por que leva a sério o que é engraçado? Acredito que um pouco dos dois…

De qualquer forma, a experiência como um todo é gratificante. Claramente uma produção de baixo orçamento, Sinfonia da Necrópole entusiasma mais pelo carisma de seus personagens e pela originalidade de sua história (principalmente as canções) do que pela possibilidade de um relacionamento entre seus protagonistas, que existe, embora seja passageiro.

NOTA: 4/5





VI Paulínia Film Festival – programação de 22 a 27/07

17 07 2014

De 22 a 27 de julho, a cidade de Paulínia, na região de Campinas, realiza a 6ª edição de seu festival de cinema. Uma celebração inspirada em seu Pólo Cinematográfico que incentiva a produção de filmes na cidade, movimentando a economia e a população do município localizado a cerca de 100 km da capital paulista.

Fachada do Theatro Municipal de Paulínia, a casa do VI Paulínia Film Festival

Fachada do Theatro Municipal de Paulínia, a casa do VI Paulínia Film Festival

Alguns imbróglios políticos interromperam a realização do evento nos últimos anos, então o VI Paulínia Film Festival pode ser considerado a retomada definitiva da celebração, do apoio e da difusão da produção cinematográfica nacional pelo município. Com a política de ingressos gratuitos, o festival possibilita que o grande público tenha acesso às produções mais recentes do cinema mundial, já que sete filmes internacionais farão sua estreia no Brasil durante o evento.

Para a abertura, no dia 22, há a homenagem aos 25 anos da distribuidora brasileira Imovision e a exibição do longa Não Pare na Pista: A Melhor História de Paulo Coelho, uma cinebiografia do escritor brasileiro. No encerramento, dia 27, além da cerimônia de premiação, o festival homenageará o cineasta Cacá Diegues. No último dia também está programada a exibição do filme A Imigrante, o trabalho mais recente do diretor americano James Gray e estrelado por Marion Cotillard, Joaquin Phoenix e Jeremy Renner.

Além da competição de longas oficial, o VI Paulínia Film Festival terá uma competição paralela de curtas-metragens, debates com as equipes técnicas dos filmes exibidos e uma programação especialmente dedicada ao público infantil com sessões às 9h e 14h.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO:

DIA 22/07 – ABERTURA

  • 19h00 – Homenagem aos 25 anos da distribuidora brasileira Imovision
  • 20h30 – Não Pare na Pista: A Melhor História de Paulo Coelho

DIA 23/07

  • 09h00 A Guerra dos Botões
  • 14h00 O Pequeno Nicolau
  • 16h00 MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS
  •                  Jessy / O Menino que Sabia Voar
  • 16h30Aprendi a Jogar com Você
  • 18h00O Samba
  • 19h30 – Neblina
  • 21h30 – Sinfonia da Necrópole

DIA 24/07

  • 09h00 – O Pequeno Nicolau
  • 10h00 DEBATE COM EQUIPE DOS CURTAS-METRAGENS*
  • 11h00 DEBATE COM EQUIPE DOS LONGAS-METRAGENS*
  • 14h00 – Minhocas: O Filme
  • 17h00 MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS
  •                 De Bom Tamanho / O Bom Comportamento
  • 18h00 – As Férias do Pequeno Nicolau
  • 20h00 – Boa Sorte
  • 21h30 – Castanha

DIA 25/07

  • 09h00 – Zarafa
  • 10h00 DEBATE COM EQUIPE DOS CURTAS-METRAGENS*
  • 11h00 DEBATE COM EQUIPE DOS LONGAS-METRAGENS*
  • 14h00 – Meu Pé de Laranja Lima
  • 17h00 MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS
  •                  190 / O Clube
  • 17h45 – A Pedra da Paciência
  • 19h30 – Casa Grande
  • 21h30 – Sangue Azul

DIA 26/07

  • 10h00 DEBATE COM EQUIPE DOS CURTAS-METRAGENS*
  • 11h00 DEBATE COM EQUIPE DOS LONGAS-METRAGENS*
  •             Amazônia
  • 15h00 – Paraíso
  • 17h00 MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS
  •                  Recordação / Edifício Tatuapé Mahal
  • 17h30 – Geronimo
  • 19h30 – A Hsitória da Eternidade
  • 21h30 – Infância

DIA 27/07

  • 10h00 DEBATE COM EQUIPE DE CURTAS-METRAGENS*
  • 11h00 DEBATE COM EQUIPE DE LONGAS-METRAGENS*
  • 15h00 – A Imigrante
  • 17h00 – O Casamento de May
  • 19h30 CERIMÔNIA DE ENCERRAMENTO
  •                  Homenagem ao cineasta Cacá Diegues
  • 21h00 – Bem Vindo a Nova York

* Os debates serão realizados no auditório do Paço Municipal e as sessões no Theatro Municipal Paulo Gracindo, ambos localizados no Parque Brasil 500: Avenida Prefeito José Lozano Araújo, 1551, ao lado do RodoShopping de Paulínia.

 

 








PALPITEIRO BRASILEIRO

Campeonato dos Palpiteiros - Temporada 2019

Blog do Renato Nalini

Ex-Secretário de Estado da Educação e Ex-Presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo. Atual Presidente e Imortal da Academia Paulista de Letras. Membro da Academia Brasileira de Educação. É o Reitor da UniRegistral. Palestrante e conferencista. Professor Universitário. Autor de dezenas de Livros: “Ética da Magistratura”, “A Rebelião da Toga”, “Ética Ambiental”, entre outros títulos.

Abraccine - Associação Brasileira de Críticos de Cinema

Site com atividades e informações sobre a associação que reúne profissionais da crítica cinematográfica de todo o Brasil

Sinfonia Paulistana

um novo olhar

%d blogueiros gostam disto: